ANDREGHETTO CONFIRMA TÍTULO DA GP LIGHT COM VITÓRIA EM CASCAVEL

03/12/2013 09:21

Com o título da GP Light garantido ainda na etapa de Campo Grande (MS), no dia 17 de novembro, Renato Andreghetto entrou na pista de Cascavel (PR) para a última etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tranquilo, mas nem por isso deixou de tentar a primeira colocação. Pole position para a corrida deste domingo (1º), válida pelo GP Petrobras, o piloto da Petronas Eurobike SBK Team ainda fez a melhor volta da corrida, com o tempo de 1min05s353 e chegou mais de 14 segundo a frente do segundo colocado, André Paiato, da Alex Barros Racing, que ratificou a segunda colocação no campeonato. Davi Costa, da JC Racing Team fechou o pódio da GP Light em Cascavel.

CANAL DA MOTO NO GP LIGHT


“Um ano onde trabalhamos muito. Não tive um bom início de temporada, mas conseguimos manter o foco e fechar bem o ano, com o título. Quero fazer uma boa pré-temporada para andar forte no ano que vem”, explicou Andreghetto, que na próxima temporada irá para a categoria GP 1000.

Para Paiato, segundo lugar na classificação final, a corrida deste domingo foi de superação. “Acabei largando em 17º e numa corrida forte, cheguei ao pódio. Fico feliz por esta temporada, onde estivemos no pódio em todas as corridas”, frisou o piloto. “Para mim a próxima temporada será ótima”, avaliou Davi Costa, terceiro na corrida deste domingo. “Sem o (André) Paiato e o (Renato) Andreghetto, vou andar mais tranquilo”, brincou ele, se referindo aos seus concorrentes nesta temporada, que no ano que vem estarão na GP 1000, principal categoria do Moto 1000 GP.

SCIGLIANO CONFIRMA O TÍTULO DA GP MÁSTER

Sidnei Scigliano chegou na oitava e última etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade como o líder da categoria na GP Máster, categoria que integra o grid da GP Light. Para o piloto da Motrix Scigliano Racing, a busca pelo pódio no Autódromo Zilmar Beux confirmaria seu título, uma vez que seu principal concorrente, Victor Braga, da SBK Rio, não participou da corrida.

CANAL DA MOTO NO GP LIGHT
Na pista, Scgliano não teve complicações em manter a liderança da categoria, deixando a dupla de pilotos da equipe GP Rio, Egon Kothy e Levy Lopes em segundo e terceiro lugar, respectivamente. Após o pódio, Scigliano agradeceu a todos que o ajudaram a chegar ao título. “Já conquistei alguns títulos em minha carreira, mas cada nova conquista tem um sabor especial. E é claro que a gente não é campeão sozinho. Cada piloto que entra na pista tem por detrás sua família, seus amigo, patrocinadores e sua equipe. Então, essa é uma conquista de todos que me ajudaram a chegar até aqui”, falou ele, que ficou com o campeonato da categoria destinada a pilotos acima de 48 anos de idade. “O Moto 1000 GP está de parabéns pela bela temporada que organizou”, concluiu.

Todas as motocicletas do Moto 1000 GP utilizam como combustível a gasolina Petrobras Podium e como lubrificante o Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, que fornece seus pneus de competição a todas as equipes. O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tem o apoio de Beta Ferramentas, BMW Serviços Financeiros, Servitec, LeoVince, Shoei, Tutto Moto, HPN, Denko, Airfence Brasil e Peterlongo.

Resultado da corrida deste domingo da GP Light:

1°) Renato Andreghetto (SP/Petronas Eurobike SBK Team), BMW, 20 voltas em 22min11s797
2°) André Paiato (SP/Alex Barros Racing), BMW, a 14.012
3°) Davi Costa (SP/JC Racing Team), Kawasaki, a 18s355
4°) Paulinho Kamba (PE/HPN Racing Team), Kawasaki, a 23s439
5°) Henrique Castro (DF/BSB Motor Racing), Kawasaki, a 26s844
6°) Eliandro Simonini (PR/VMX Racing Team), Kawasaki, a 30s557
7°) Alen Modesto (BA/Aclat Racing), Kawasaki, a 43s915
8°) Flávio Sukar (PE/HPN Racing Team), Kawasaki, a 45s067
9°) Michel Velludo (SP/Tato Racing), Kawasaki, a 46s212
10°) André Escomparim (SP/Motonil Motors), Kawasaki, a 58s686
11°) Waguinho Duarte (CE/Alex Barros Racing), BMW, a 1 volta
12°) Sidnei Scigliano (SP/Motrix Scigliano Racing), Kawasaki, a 1 volta
13°) Pedro Barata (RJ/Center Moto Racing Team), Kawasaki, a 1 volta
14°) Ricardo Gonçalves (PR/Paulinho Superbikes), BMW, a 1 volta
15°) Alessandro Andrade (GO/California Moto Racing), Kawasaki, a 1 volta
16°) Emerson Hidalgo (PR/Paulinho Superbikes), Kawasaki, a 1 volta
17°) Egon Kothy (RJ/GP Rio), Kawasaki, a 1 volta
18°) Fernando Santos (BA/Aclat Racing), Kawasaki, a 1 volta
19°) Sérgio Prates (SP/JC Racing Team), Kawasaki, a 2 voltas
20°) Levy Lopes (RJ/GP Rio), Kawasaki, a 2 voltas
21°) Abner Gatto (SP/Duas Rodas Racing Team), BMW, a 2 voltas
22°) Carlos Barcelos (RS/Carlos Barcelos), Kawasaki, a 2 voltas
23°) Rodrigo Araujo do Vale (RJ/GP Rio), Suzuki, a 2 voltas
24°) Edson Luiz (SC/Mamute Racing), BMW, a 2 voltas
25°) Jason Valladares (SP/Carlos Barcelos), BMW, a 2 voltas
26°) Rafa Nunes (PR/Team Fuel Racing-Mormaii), Kawasaki, não completou
Melhor volta: Renato Andreghetto – 1min05s353 – média de 165,322 km/h

Classificação final do Campeonato

1°) Renato Andreghetto, 196 pontos; 2°) André Paiato, 163; 3°) Henrique Castro, 102; 4°) Davi Costa, 88; 5°) Paulinho Kamba, 70; 6°) Flávio Sukar, 58; 7°) Fabinho Adas, 51; 8°) Eliandro Simonini, 48; 9°) Marcelo Cortes, 38; 10°) Gustavo Herrera, 26; 11°) Michel Velludo, 25; 12°) André Escomparim, 23; 13°) Rafa Nunes, 22; 14°) Alen Modesto, 22; 15°) Elder Cabreira, 22; 16°) Waguinho Duarte, 21; 17°) Ricardo Levy, 20; 18°) Pedro Barata, 17; 19°) Leo Oliveira, 16; 20°) Franscisco Snoeck, 15; 21°) Tiago Pavanelli, 13; 22°) Luiz Fittipaldi, 12; 23°) Emilio Fasanelli, 10; 24°) Diogo Ramos, 8; 25°) William Pontes, 7; 26°) Marlon Felizardo, 5; 27°) Leonardo Moreno, 5; 28°) Marcos Boeira, 5; 29°) Jose Gregório, 5; 30°) Romes Cezar, 4; 31°) Carlos Barcelos, 4; 32°) Ricardo Gonçalves, 3; 33°) Franscisco Jesuíno, 3; 34°) Alessandro Andrade, 2; 35°) Fernando Santos, 2; 36°) Rodrigo Araujo do Vale, 2; 37°) Emerson Hidalgo, 1; 38°) Sérgio Prates, 1; 39°) Edson Luiz, 1