Seu site de Motociclismo

AS 10 MOTOS MAIS VELOZES DO BRASIL

01/11/2011 22:24

 

As 10 motos mais velozes do Brasil

Mesmo com preços salgados devido a alta carga tributária brasileira e o chamado "custo Brasil", as motos de altas cilindradas, dentre elas as esportivas, estão com crescimento de vendas no país.

Segundo dados da Abraciclo (www.abraciclo.com.br), em 2007 foram comercializadas 98 unidades e em 2010 as vendas saltaram para 11,3 mil unidades. O que ajudou nesse aumento, além do crescimento ecônomico e facilidade de crédito para financimento, foi a chegada de novas marcas no Brasil, como a Kawasaki.

É fato que os motociclistas de viagem, público leitor aqui do RockRiders.com.br, em sua maioria, curtem mais motos modelos Custom, Trail, Naked e Big Trail, mas sempre existe a curiosidade de saber quais são as motos maia velozes.

Veja o ranking das 10 motos mais potentes comercializadas atualmente (outubro/2011) no Brasil:

1. Kawasaki ZX-10R - 200,1 cv
Seu propulsor de quatro cilindros e 998 cm³ em linha é capaz de atingir 200,1 cv de potência máxima a 13.000 rpm e 11,4 kgfm a 11.500 rpm. A ZX-10R custa a partir de R$ 56.990. 


 

 

 

2. Suzuki Hayabusa - 197,2 cv
A tradicional Hayabusa continua entre as mais potentes, apesar de já não possuir um projeto tão novo (veja aqui matéria a respeito). Custa R$ 52.900 e possui um visual encorpado com carenagens angulosas. Seu motor de 1.340 cm³ atinge 197,2 cv de potência máxima e 15,8 kgfm de torque a 7.200 rpm. 


 
3. BMW S 1000 RR - 193 cv
A alemã foi lançada em 2009 e conseguiu atingir um desempenho das tradicionais esportivas japonesas. A S 1000 RR tem propulsor de quatro cilindros em linha de 999 cm³ que produz 193 cv de potência máxima a 13.000 rpm. Seu preço parte de R$ 61.400. 

 

 

 

4. Kawasaki ZX-14R - 193 cv
A nova versão lançada no exterior pode atingir 210 cv. No Brasil, o modelo anterior da sport-touring também é muito potente e garantiu o 3º lugar. O motor de 1.352 cm³ de 16 válvulas e injeção eletrônica possibilita a potência máxima de 193 cv a 9.500 rpm e 15,7 kgfm de torque. Seu preço parte de R$ 49.990. A moto empata em 3º com a S 1000 RR.


 
5. MV Agusta F4 - 188 cv
A MV Agusta está com suas motos montadas em Manaus através de uma parceria com a Dafra, semelhante ao que a BMW vem fazendo. O modelo F4 apresenta um motor de quatro cilindros de 998 cm³ capaz de atingir 186 cv de potência máxima a 12.900 rpm e 11,4 mkgf de torque a 9.500 rpm. Seu preço é de R$ 68.000. A segunda mais cara dessa relação.  


 
6.Suzuki GSX-R 1000 - 185 cv
A esportiva de 999 cm³ da Suzuki tem quatro cilindros, 185 cv a 12.000 rpm e 11,9 mkgf a 10.000 rpm. A GSX ainda possui três modos de potência, para o usuário adaptar a moto às condições de uso. Seu preço é de R$ 58.900. 

 


 

7.Suzuki B-King - 184 cv
Custa R$ 52.000. É uma sem carenagens (única nessa relação), utiliza como base o mesmo motor de 1.340 cm³ da Hayabusa, só que na B-King ele recebeu nova configuração e alcança 184 cv e 14,89 mkgf. 

 

 

 

8. Yamaha R1 - 182 cv
Seu motor é um 4 cilindros de 998 cm³ e que atinge 182 cv a 12.500 rpm e 11,78 mkgf a 10.000 rpm. A versão “brasileira” ainda não possui controle de tração, que foi incorporado à esportiva no exterior, e custa R$ 57.000. 

 


 

9. Honda CBR 1000 RR - 178,1 cv
A Honda CBR 1000 RR Fireblade é a esportiva que mais vende no Brasil, cerca de 1200 unidades por mês, ajuda nisso a tradição da marca japonesa com o seu grande número de concessionárias no país. O modelo alcança 178,1 cv de potência máxima a 12.000 rpm e 11,4 mkgf a 8.500, motor 4 cilindros de 999,9 cm³. A versão Standard tem preço sugerido de R$ 56.000, enquanto a com freios C-ABS R$ 58.000. 


 
10. BMW K 1300 S - 175 cv
Sua transmissão é por cardã, e não por corrente. Com preço partindo de R$ 68.900, a K possui motor de 4 cilindros que atinge 175 cv a 9.250 rpm e 14,3 mkgf a 8.250 rpm.

 

 

 

 

 

Fonte: Adaptado por RockRiders.com.br