BRADL E TEROL AINDA EM BUSCA DO TÍTULO

23/10/2011 22:00

 

Bradl e Terol (ainda) em busca do título
EM MOTO2 E EM 125CC

O alemão Stefan Bradl (Kalex), em Moto2, e o espanhol Nicolas Terol (Aprilia), em 125cc, perderam este domingo excelentes oportunidades para se sagrarem campeões mundiais de motociclismo, na penúltima prova do campeonato, em Sepang, na Malásia.
Bradl e Terol continuam, ainda assim, a ser os grandes favoritos a conquistar os respetivos títulos, na 17.ª e derradeira prova da temporada, marcada para a cidade espanhola de Valência (6 de novembro).
Em Moto2, Bradl dominou quase de início ao fim, mas foi ultrapassada a três voltas do fim pelo suíço Thomas Luthi (Suter) e, quando se preparava para lutar pelo triunfo, a corrida foi interrompida.
A queda do espanhol Axel Pons (Kalex), que ficou estendido na pista, obrigou a organização a mostrar a bandeira vermelha: a classificação final fez-se pela última volta completa, já com Luthi na frente.
O suíço somou, assim, o seu primeiro triunfo em Moto2, enquanto Bradl não aproveitou da melhor forma o azar do espanhol Marc Marquez (Suter), impedido de participar devido a uma queda sofrida na primeira sessão de treinos livres.

A uma corrida do final do campeonato, Bradl soma mais 23 pontos do que Marquez (274 contra 251), pelo que, para ser campeão o espanhol precisa de vencer em Valência e de que o germânico não fique acima do 14.º lugar.

Nos 125cc, Terol [na foto] teve também o título à sua mercê, mas dois erros na parte final "atiraram-no" para o quinto posto, atrás do francês Johann Zarco (Derbi), que foi terceiro e ainda continua na corrida.
Cumpridas 16 de 17 corridas, o espanhol, que só precisava de terminar à frente de Zarco para sair campeão de Sepang, soma 282 pontos, contra 262 do gaulês, e só precisa de ser 11.º em Valência.
Na Malásia, o triunfo foi para o espanhol Maverick Viñales (Aprilia), que venceu por menos de meio segundo (0,354) o alemão Sandro Cortese (Aprilia).