BRASILIA VIRA CAPITAL DA MOTOVELOCIDADE COM A 2ª ETAPA DO MOTO 1000 GP

15/08/2011 21:56

Brasília vira a capital da motovelocidade com 2ª etapa do Moto 1000 GP
Motores vão roncar forte a partir dos treinos livres de sexta-feira no Autódromo Internacional Nelson Piquet
 
O Autódromo Internacional Nelson Piquet, um dos mais importantes do país, recebe neste fim de semana a segunda etapa do Moto 1000 GP, a mais nova competição de motovelocidade do Brasil. A partir de quarta-feira (17) diversos profissionais ligados ao evento já estarão ocupando seus lugares no autódromo. Mas os motores vão começar a funcionar mesmo só na manhã de sexta-feira (19), com a abertura dos treinos livres.

Mais do que um evento de motovelocidade para dar espetáculo ao público, o Moto 1000 GP é um projeto de que pretende dar um novo rumo à história do esporte no Brasil. Idealizado e organizador por dois dos mais importantes nomes da motovelocidade brasileira, Alexandre Barros, que competiu por 18 anos no MotoGP, e o heptacampeão brasileiro Gilson Scudeler, o Moto 1000 GP prioriza também a profissionalização e qualificação de novos pilotos e equipes. E logo na temporada de estréia da categoria, já na primeira etapa, o evento reuniu parceiros de expressão nacional e internacional como Petrobras, Lubrax, BMW Motorrad e Michelin e Record News.

Um dos destaques do Moto 1000 GP é uma premiação inédita, que vem acompanhada de uma série de benefícios a pilotos e equipes, especialmente subsídios para a aquisição de lubrificantes, peças e até mesmo para motos BMW. Na categoria GP 1000, por exemplo, o campeão da temporada vai ganhar uma moto BMW S1000RR, no valor de R$ 75 mil, e o campeão da categoria BMW S1000RR Cup será contemplado com uma viagem à Alemanha, com direito a acompanhante. Vai conhecer a linha de montagem das motos BMW S1000RR, a equipe oficial BMW do Mundial de Superbike e ainda vai assistir a uma etapa do Mundial de MotoGP, com direito a duas credenciais e visita aos boxes. O campeão da GP Light receberá um kit completo de ferramentas Beta e assessoria de apoio para prospecção de patrocínios.

O Moto 1000 GP conta com a parceria técnica de Servitec Dinamômetros, Vaz, Akrapovic, K&N, W2 Boots e MRA. O evento tem patrocínio oficial de Petrobras, Lubrax e BMW Motorrad, além do apoio de Michelin e Beta Ferramentas. As provas da categoria têm transmissão ao vivo pela Record News em canal aberto em VHF e UHF, além de transmissão pela internet, na integra, pelo próprio site oficial do campeonato e pelo portal R7. Também é possível acompanhar as movimentações do evento através das redes sociais como o Twitter (@moto1000gp) e Facebook (WWW.facebook.com/moto1000gp).

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA 2ª ETAPA
Com a quarta-feira (17) e quinta-feira (18) reservadas para agendas logísticas das equipes, como o fornecimento de combustível, venda e montagem de pneus e vistorias técnica e administrativa, os pilotos começam a trabalhar para valer mesmo na manhã de sexta-feira (19). Eles participam de briefing com os chefes de equipes e direção de prova, às 9h30 e, às 10h30, participam dos primeiros treinos livres da etapa.

Todas as categorias farão um total de duas horas de treinos livres, utilizados para acertos de suspensão, calibragem de pneus e outras regulagens. As duas horas de treino são divididas em quatro sessões de meia hora cada, ao longo do dia. Os pilotos das categorias GP Light e BMW S1000RR Cup treinam em conjunto em quatro horários: das 10h30 às 11h; das 12h às 12h30; das 14h15 às 14h45 e das 16h45 às 16h15. Já os pilotos da categoria GP 1000 treinam nos seguintes horários, também na sexta-feira (19): das 11h15 às 11h45; das 13h30 às 14h; das 15h às 15h30 e das 16h30 às 17h. 

Com os acertos definidos, os pilotos se preparam para um dia cheio no sábado, dia 20. Os treinos livres serão realizados das 9h às 9h30 para a GP Light e BMW S1000RR Cup e das 9h45 às 10h15 para a GP 1000.
Os treinos de classificação acontecem em seguida. Das 10h20 às 10h40 será a Qualificação1 (Q1) para a GP Light e para a BMW S1000RR Cup e, das 10h50 às 11h, a Qualificação 2 (Q2), com os oito melhores colocados no Q1. A GP 1000 terá o Q1 das 11h15 às 11h35 e o Q2, com os oito melhores do Q1, das 11h45 às 11h55.

CORRIDAS
A primeira prova da segunda etapa terá largada às 13h horas, para 11 voltas, com a formação do grid conjunto da GP Light e BMW S1000 RR Cup. Para a GP 1000 o box abre às 13h55 para a formação do grid e para a largada, que acontecerá às 14h15, para 14 voltas. Essa prova será transmitida ao vivo pela Record News.
No domingo (21), os pilotos terão o warm up das 10h20 às 10h40 para a GP Light e BMW S1000RR Cup e das 11h55 às 12h15 para a GP 1000. A segunda corrida das categorias GP Light e BMW S1000RR Cup começa às 12h para 11 voltas. A Record News entra com a programação no ar por volta de 13h30, quando mostra os melhores momentos dessa prova e exibe, ao vivo, a partir das 13h50, a segunda corrida da GP 1000.