CASAL DE MOTOCICLISTAS DIZ QUE COMPLETARÁ 100 MIL KM DE ESTRADA

25/06/2012 09:53

 

Casal de motociclistas diz que completará 100 mil km de estrada

Vida sobre duas rodas ‘curou’ depressão e melhorou relacionamento.
Famílias fãs de motos contaram experiência em festival de Ribeirão Preto.

 

Clademir Ristov e a esposa Fátima rodam juntos  (Foto: Clayton Castelani/ G1)

Clademir Ristov e a esposa Fátima rodam juntos (Foto: Clayton Castelani/ G1)

Foi para compensar a falta de opções de lazer em Sacramento (MG) que a comerciante Fátima Ristov, de 48 anos, decidiu embarcar no sonho do marido Clademir Ristov, 52, e virar motociclista. A experiência iniciada há seis anos livrou Fátima da depressão e deu tão certo que o casal está perto de completar 100 mil quilômetros de viagens pelo Brasil.

“Quando chegamos à cidade, não conhecíamos ninguém. Não tinha nada para fazer e então comecei a sentir aquela sensação ruim, nem sabia que era depressão. Foi aí que surgiu essa ideia e tudo mudou”, contou Fátima, durante um encontro de motociclistas em Ribeirão Preto (SP).

Gaúcho, como Clademir é conhecido entre os membros dos dois motoclubes dos quais faz parte, explica que levar a vida sobre duas rodas é um sonho que ele carrega desde a infância em Três Passos (RS). “Sempre andei de moto, mas era um transporte. Não sabia que existia motoclube e essa coisa de sair viajando por aí.”

Depois de rodar mais de 99 mil quilômetros em estradas do Rio de janeiro, Mato Grosso e Rio de Janeiro, o casal Ristov afirma que o relacionamento de mais de 20 anos melhorou. “Ajudou em casa e até no trabalho, porque sou técnico em eletrônica e a Fátima trabalha comigo. Agora é assim, trabalhamos, moramos e rodamos juntos”.

Pai e filho


Carlos Araújo, 60, e Carlos Augusto Araújo, 32, também protagonizam outra história de famílias que estreitaram laços após o ingresso no motociclismo. Pai e filho foram juntos à loja para comprar suas motos há três anos. “Sempre chega aquele momento que os filhos se afastam porque têm interesses diferentes, mas graças às motos nós estamos cada vez mais unidos”, cofirmou o pai.

Carlos Augusto Araújo e Carlos Araújo; pai e filho unidos pelas motocicletas (Foto: Clayton Castelani/ G1)

Carlos Augusto Araújo e Carlos Araújo; pai e filho unidos pelas motocicletas (Foto: Clayton Castelani/ G1)