CBM CONFIRMA VOLTA DO BRASILEIRO DE MOTOVELOCIDADE EM 2012

01/02/2012 22:11

 

CBM confirma volta do Brasileiro de Motovelocidade em 2012

 

CBM

Campeonatos dos próximos dois anos serão realizados em parceria com o SuperBike Series.
O presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo, Firmo Alves, confirmou esta semana o que já havia dito em seu projeto de governo para os próximos quatro anos na entidade: o retorno do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. A competição será realizada em parceria com MotoSchool, que organiza hoje um dos campeonatos mais importantes da América latina, o SuperBike Series. O Campeonato terá etapas nos principais autódromos do país. São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul estão no calendário que será divulgado em breve.
 
- Fico muito feliz em anunciar o renascimento do Brasileiro de Motovelocidade. A CBM enviou uma carta convite para os dois principais promotores da modalidade no país. Ambos têm projetos excelentes e vão ao encontro do que nós queremos para o futuro da modalidade. Recebemos as duas propostas, e posso afirmar que foi uma decisão bastante difícil e apertada. Agradeço aos dois promotores por conduzirem a modalidade em tão alto nível - declarou Firmo Alves, relembrando que em 2011 não foi realizado o Brasileiro da modalidade. - Foi decidido uma parceria com a MotoSchool, que já organiza muito bem o SuperBike Series, para que ela seja a promotora do Campeonato Brasileiro de 2012 e 2013 - completou.
 
O calendário completo, os locais das etapas e o regulamento do campeonato serão divulgados em breve e em conjunto pela CBM e MotoSchool. Serão escolhidas as melhores praças do país para receber as provas. O público finalmente poderá ter as referências dos líderes e dos campeões brasileiros em cada categoria do Campeonato.
 
- O que aconteceu com a Motovelocidade no Brasil nos últimos anos foi um grande absurdo. É inconcebível imaginar que a gestão anterior da CBM tenha deixado de realizar a competição em 2011. Essa parceria com a MotoSchool, do piloto Bruno Corano, e a Confederação Brasileira de Motociclismo irá alavancar ainda mais a motovelocidade no Brasil. Vamos retomar com chave de ouro essa importante modalidade - disse Firmo Alves. 
 
Para o vice-presidente CBM, e também diretor de motovelocidade e supermoto da entidade, Roberto Boettcher, o campeonato tem tudo para ser um dos melhores dos últimos anos, e abrir portas para o surgimento de novos talentos no esporte.
 
- Para que o Brasil possa revelar novos e mais pilotos, precisamos ter competições de alto nível. É nelas que surgem os grandes pilotos, e tenho certeza de que o Campeonato Brasileiro de 2012 vai ser um marco nesse processo - ressaltou Boettcher.
 
À frente da entidade há menos de seis meses, o presidente da CBM garantiu apoio para o crescimento da modalidade no país daqui para frente.
 
- Tivemos Alexandre Barros e hoje temos o jovem Eric Granado brilhando internacionalmente. Precisamos formar uma nova geração e incentivar quem já está na estrada para que ele não fique sozinho nessa batalha. O caminho não é fácil, mas eu darei todo meu apoio para que a motovelocidade volte a ter força e cresça ainda mais no Brasil - garantiu o presidente da CBM