CHOFARD VENCE EM INTRLAGOS CORRIDA MAIS ACIRRADA DA TEMPORADA DA GP 1000

03/09/2011 21:13

 

Chofard vence em Interlagos corrida mais acirrada da temporada da GP 1000
Douglas, segundo após corrida de recuperação, mantém liderança do Moto 1000 GP. Sexta etapa será disputada neste domingo

Pierre Chofard não poderia esperar um retorno mais positivo às pistas. Os 11 meses sem pilotar não o impediram de conseguir uma adaptação rápida à moto BMW S1000RR, marcar a pole-position e vencer, neste sábado (3), a quinta etapa da categoria GP 1000 no Moto 1000 GP. A corrida em São Paulo foi uma das mais movimentadas da história recente da motovelocidade brasileira. Alan Douglas foi o segundo colocado, com Rafael Paschoalin em terceiro.

O duelo entre Chofard e Murilo Colatreli, outro veterano que estreava no Moto 1000 GP, marcou a corrida, embora não tenha transcorrido de forma isolada. Colatrelli, competindo por equipe própria, assumiu a liderança na largada e perdeu a ponta na volta seguinte, retomando-a na quinta volta. Chofard retomou a ponta na sexta volta, foi ultrapassado na oitava, voltou à frente na nona e teve de tomar o primeiro lugar de Colatreli pela última vez na 11ª volta.

Nas primeiras voltas, a disputa direta pela liderança teve participação de Pablo Henrique “Baratinha” Martins, que na quinta volta teve de fazer um pit stop por conta de um problema na pedaleira de sua moto, e Rafael Paschoalin, que fez sua primeira participação como piloto convidado – é jornalista e integra a equipe da revista “Motociclismo”. Terceiro na maior parte do tempo, Paschoalin arriscou a dupla ultrapassagem ao fim da reta duas vezes.

Outro destaque da corrida ficou por conta de Alan Douglas, que chegou a Interlagos como líder invicto do campeonato. O piloto da Pitico Race, segundo no grid, caiu para sexto na largada. Em prova estratégica, tomou o segundo lugar de Colatrelli na 12ª volta. “Queria vencer, é claro, mas penso no campeonato. E ficar em segundo atrás do Pierre é uma honra. Eu devo muito a ele, foi um dos pilotos que mais me incentivaram quando comecei”, contou.

Chofard, que competiu com apoio de Petrobras, Lubrax, BMW, Michelin, Beta, Akrapovic, Vaz, Servitec, K&N e MRA, manteve-se sereno, mesmo após 16 voltas de combatividade intensa. “Eu estava administrando, sempre observando quem estava em volta. Foi só a primeira vez que corri com essa moto, não sabia como os pneus estariam no fim, mas deu tudo certo. Foi a corrida que eu planejei fazer, sem querer disparar na frente. Foi sossegado”, definiu.

A vitória de Chofard no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, deu-se 11 meses após sua última atuação. No início do ano, um acidente durante um treino custou-lhe uma clavícula fraturada. “Eu estava parado há 11 meses, e hoje tive a chance de participar de uma corrida que foi muito interessante”, definiu. Depois de 16 voltas, o resultado da quinta etapa do Moto 1000 GP pela categoria GP 1000 em Interlagos foi o seguinte:

1º) Pierre Chofard (SP/Moto 1000 GP), BMW S1000RR, 27min30s770
2º) Alan Douglas (SP/Pitico Race), BMW S1000RR, a 0s637
3º) Rafael Paschoalin (SP/Moto 1000 GP), BMW S1000RR, a 3s385
4º) Murilo Colatreli (SP/Colatreli Racing), BMW S1000RR, a 5s564
5º) Diego Faustino (PR/Motonil Motors), BMW S1000RR, a 27s580
6º) Jaime Pereira Cristobal (SP/JC Racing Team), Honda CBR 1000RR, a 34s432
7º) Osmar Gonçalves (SP/Osmar Racing), Honda CBR 1000RR, a 1 volta
8º) Maurício Alexandre, a 1 volta
9º) Pablo Henrique Martins (SP/Moto 1000 GP), BMW S1000RR, a 1 volta
Melhor volta: Martins, na 2ª, 1min41s861, média de 152,289 km/h

CLASSIFICAÇÃO
Após cinco das 12 etapas previstas no calendário do Moto 1000 GP, a classificação da categoria GP 1000 é a seguinte: 1º) Douglas, 120 pontos; 2º) Faustino, 76; 3º) Carlesso, 66; 4º) Cristobal, 50; 5º) Cerciari, 36; 6º) Gonçalves, 28; 7º) Chofard, 25; 8º) Soares Júnior, 22; 9º) Christiam, 21; 10º) Tenebra, 19; 11º) Paschoalin, 16; 12º) Colatreli, Alves e Maia, 13; 15º) Mendonça, 9; 16º) Alexandre, 8; 17º) Martins e Simon, 7.

O Moto 1000 GP tem patrocínio oficial de Petrobras, Lubrax e BMW Motorrad, além do apoio de Michelin e Beta Ferramentas e conta com a parceria técnica de Servitec Dinamômetros, Vaz, Akrapovic, K&N, W2 Boots e MRA. As provas da categoria têm transmissão ao vivo pela Record News e pela Record Internacional, além de transmissão pela internet, na integra, pelo próprio site oficial do campeonato e pelo portal R7.

03/09/2011 - Texto: Luciano Monteiro - (45) 9912-7040 - Fotos: Donini Produções