DAFRA APRESENTA A ECONÔMICA SUPER 50

11/08/2010 15:26

 Dafra apresenta a econômica Super 50

Marca quer vender 10.000 unidades da moto que custa R$ 3.390

Dafra Super 50


Lançamento após lançamento, a Dafra vai introduzindo seus produtos em diversas partes do segmento. Focando nos brasileiros que necessitam de um meio de transporte prático e econômico, a marca brasileira apresentou, nesta segunda-feira (9), a Super 50. Basta um pequeno olhar a motocicleta para notar que traz como base sua “irmã” maior, a Super 100. Contudo, a proposta dessa nova motocicleta é um pouco diferente.

“Realizamos constantes análises de mercado e entendemos que o novo produto tem um grande apelo entre os motociclistas que buscam maior economia, enquanto a Super 100 atende aos consumidores que desejam uma motorização mais encorpada, resultando em maior potência e torque”, afirmou o diretor comercial da Dafra, Haroldo Barroso. Impulsionada por um motor monocilíndrico de 49,5 cm³, esta Dafra alcança potência máxima de 3,0 cv e 0,29 kgfm de torque.

Para se enquadrar nas regras de emissões de poluentes (Promot3), o módulo CDI (Ignição por Descarga Capacitiva) efetua o corte da ignição do motor pela rotação equivalente a velocidade de 50 km/h. De acordo com a marca, a motocicleta pode realizar um consumo de até 53 km/l e alcança uma autonomia de cerca de 500 quilômetros (tanque: 10 litros). Já as trocas de marchas são feitas de maneira semiautomática, através de acionamento centrífugo.

Antes de seu lançamento a Dafra garante que realizou diversos testes com a Super 50, em diferentes regiões do Brasil. No total, foram mais de 100 mil quilômetros por estradas brasileiras e 1.000 horas de dinamômetro. A Super 50 chega às concessionárias Dafra no início de agosto nas cores preta e vermelha. O preço sugerido pela fabricante é de R$ 3.390 e existe a possibilidade em adquiri pelo Consórcio Nacional Dafra, em 60 meses, com parcelas a partir de R$ 71,45. A expectativa da marca é comercializar 10.000 unidades em um ano.

Imagens Dafra