DIEGO PERLUIGI VENCE GP PETROBRÁS E GARANTE VICE CAMPEONATO NO MOTO 1000 GP

03/12/2013 09:16

O argentino Diego Perluigi, da JC Racing, venceu neste domingo (1º) a oitava e última corrida da principal categoria do Moto 1000 GP. A prova foi a terceira das quatro largadas do dia, todas válidas pelo Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, disputadas no Autódromo Zilmar Beux de Cascavel (PR). Luciano Ribodino, da Alex Barros Racing, campeão já deste a etapa de Campo Grande (17/11), chegou em segundo, à frente de Miguel Praia, da Center Moto Racing.

 

CANAL DA MOTO NO MOTO 1000 GP


A vitória deu a Pierlugi o vice-campeonato. Ele travou uma disputa intensa com Praia, Ribodino e, principalmente, Wesley Gutierrez, da Motonil Motors, que parou por problemas quando liderava. “O ritmo estava forte, estou feliz com a vitória e pelo fato de já estar confirmado minha participação em todas as corridas do Moto 1000 GP no ano que vem”, revelou na coletiva de imprensa. Ribodino elogiou a temporada. “Foi um ano muito bom, regular, com um belo trabalho de equipe”, disse, sem revelar os planos para 2014.

Para Miguel Praia, que esteve perto de sua primeira vitória na GP 1000, após largar da pole position, descreveu sua corrida. “A moto apresentou problemas na troca de marchas e isso condenou minha corrida. Quando vi que não conseguiria chegar nos dois primeiros, sustentei a posição. Mas a equipe está de parabéns, por tudo o que fez durante o ano todo”, finalizou.

CANAL DA MOTO NO MOTO 1000 GP

Todas as motocicletas do Moto 1000 GP utilizam como combustível a gasolina Petrobras Podium e como lubrificante o Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, que fornece seus pneus de competição a todas as equipes. O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tem o apoio de Beta Ferramentas, BMW Serviços Financeiros, Servitec, LeoVince, Shoei, Tutto Moto, HPN, Denko, Airfence Brasil e Peterlongo.

Resultado final da corrida da GP 1000 deste domingo (1º), no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (PR): 

1°) Diego Pierluigi (ARG/JC Racing Team), Kawasaki, 22 voltas em 23min35s807
2°) Luciano Ribodino (ARG/Alex Barros Racing), BMW, a 1s280
3°) Miguel Praia (POR/Center Moto Racing Team), Honda, a 9s256
4°) Ricieri Luvizotto (SP/HPN Racing By Target Racing), Kawasaki, a 10s502
5°) Danilo Lewis (SP/PRT-RC3 Brasil), Kawasaki, a 13s186
6°) Diego Faustino (PR/Petronas Eurobike SBK Team), BMW, a 18s767
7°) Nico Ferreira (PR/HPN Racing Team), Kawasaki, a 49s196
8°) Alecsandre Grandi (SP/Team De Grandi Bardahl), Honda, a 59s038
9°) Marcos Salles (PR/Team Fuel Racing-Mormai), BMW, a 1 volta
10º) Luis Fittipaldi (DF/Motonil Motors), Kawasaki, a 1 volta
11º) Daniel Lenzi (PR/Grinjets SBK Racing), BMW, a 1 volta
12°) Wasley Gutierrez (PR/Motonil Motors), Kawasaki, não completou
13°) Nick Iatauro (SP/PRT), Kawasaki, não completou
14°) Alan Douglas (PR/PRT), Kawasaki, não completou

Classificação final do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade – Categoria GP 1000: 
1°) Luciano Ribodinho, 150 pontos; 2°) Diego Pierluigi, 126; 3°) Wesley Gutierrez, 95; 4°) Miguel Praia, 88; 5°) Danilo Lewis, 85; 6°) Diego Faustino, 72; 7°) Alecsandre De Grandi, 54; 8°) Lucas Barros, 47; 9°) Ricieri Luvizotto, 46; 10°) Luis Fittipaldi, 33; 11°) Alan Douglas, 31; 12°) Daniel Lenzi, 30; 13°) Marcos Salles, 27; 14°) Alex Barros, 27; 15°) Nick Iatauro, 24; 16°) Nico Ferreira, 22; 17°) Sebastiano Zerbo, 21; 18°) Diego Pretel, 19; 19°) Alberto Lopez, 9; 20°) Jaime Cristobal, 6; 21°) André Luiz Carvalho, 4; 22°) Helder Shad, 4; 23°) Victor de Moura, 2