EM VITÓRIA ARGENTINA, CHOFARD ALCANÇA DOUGLAS NA LIDERANÇA DO MOTO1000 GP

24/09/2012 11:05

 

De ponta a ponta, Diego Pierluigi conquistou neste domingo (23) sua terceira vitória no Moto 1000 GP. E logo em sua terceira corrida na competição. O argentino do Team Spolier Extreme liderou de ponta a ponta a terceira etapa e comemorou a vitória no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul (RS), repetindo o resultado que havia obtido nas duas corridas da rodada dupla que encerrou a temporada de 2011 no Rio de Janeiro.

Pierluigi dividiu o pódio com os dois pilotos da Pitico Race, os paulistas Pierre Chofard e Alan Douglas, que terminaram em segundo e terceiro e saem do Rio Grande do Sul empatados na liderança da categoria GP 1000. A corrida teve 24 participantes no grid – o carioca Helder Shad não largou, por conta de um acidente sofrido na véspera da corrida. O evento reuniu 12.000 pessoas no autódromo, segundo informou a direção do Moto 1000 GP.

Largando da pole, Pierluigi administrou a boa fase com tranquilidade e liderou todas as 18 voltas da terceira etapa. “Foi um fim de semana perfeito. É um sonho para mim correr fora do meu país e conseguir resultados tão bons”, declarou. “A Argentina tem campeonatos fortes, mas nenhum é tão bem feito quanto o Moto 1000 GP. Seria fantástico integrarmos esse campeonato ao do meu país e termos um Sul-Americano dos sonhos”, sugeriu.

Chofard, segundo colocado na prova, empatou com Douglas, terceiro, na liderança do campeonato. Mas admitiu que não ficou satisfeito com o saldo do fim de semana. “Como resultado, é claro que foi ótimo, o que ficou aquém da minha expectativa foi o modo como as coisas aconteceram. Ainda temos muito a acertar. Na corrida a moto começou a escapar de frente, e com isso eu não consegui buscar o Diego. Eu esperava mais”, falou.

A volta ao pódio não foi suficiente, também, para deixar Alan Douglas feliz. “Eu estive abaixo do potencial da moto durante o fim de semana todo. Na corrida eu me desconcentrei um pouco, poderia ter aberto um pouquinho mais do Murilo. Não estive à altura de mim mesmo”, avaliou o campeão de 2011. Murilo Colatreli, da Colatreli Racing, Luciano Ribodino, da Alex Barros Racing, e Ricieri Luvizotto, da Target Race, completaram o grupo dos seis primeiros.

Na subdivisão GP Máster, o vencedor da etapa em Santa Cruz do Sul foi Gustavo Rodríguez, que subiu ao pódio com a bandeira da Argentina, seu país natal – ele vive há mais de 30 anos no Brasil. O piloto da Grinjets já havia ganhado a etapa de agosto em Curitiba. O carioca Alberto Braga, da Center Moto Racing Team, e o gaúcho Rogério Gentil Fernandes, estreando pela equipe Casa dos Motoqueiros, completaram o pódio.

O Moto 1000 GP conta, na temporada de 2012, com patrocínio de Petrobras, Lubrax, BMW Motorrad e Michelin, além dos apoios de Beta, Shoei, Bell, Servitec, Calfin, Tutto Moto e Öhlins. A próxima etapa será disputada em 21 de outubro, no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília. Depois de 18 voltas, o resultado final da terceira etapa, realizada neste domingo em Santa Cruz do Sul, foi o seguinte:

1º) Diego Martin Pierluigi (ARG/Honda), Team Spolier Extreme, 26min00s270
2º) Pierre Chofard (SP/Kawasaki), Pitico Race, a 11s045
3º) Alan Douglas (SP/Kawasaki), Pitico Race, a 15s449
4º) Murilo Colatreli (SP/Kawasaki), Colatreli Racing, a 18s441
5º) Luciano Ribodino (ARG/BMW), Alex Barros Racing, a 25s323
6º) Ricieri Luvizotto (SP/Aprilia), Target Race, a 36s299
7º) Robson Portaluppi (RS/Honda), Portaluppi Race Team, a 1min01s363
8º) Carlos Gabriel Poton Medeiros (SP/Honda), Cigano Racing, a 1min01s663
9º) André Luiz Carvalho (RJ/Suzuki), SBK Rio, a 1min17s592
10º) Gustavo Rodríguez (PR/BMW - Máster), Grinjets, a 1min18s639
11º) Sérgio Laurentys (SP/BMW), RF Rush Racing Team, a 1 volta
12º) Eduardo Costa Neto (SP/Honda), RF Rush Racing Team, a 1 volta
13º) Alberto Braga (RJ/Suzuki - Máster), Center Moto Racing Team, a 1 volta
14º) Rogério Gentil Fernandes (SC/Kawasaki - Máster), Casa dos Motoqueiros, a 1 volta
15º) Marcos Christian Salles (PR/BMW), Grinjets, a 1 volta
16º) Sidney Scigliano (SP/Suzuki - Máster), Motrix Scigliano Racing, a 1 volta
17º) Elson Tenebra Otero (SP/Kawasaki), By Tripa Team, a 1 volta
18º) Nelson Gonçalves (RJ/Suzuki - Máster), SBK Rio, a 1 volta
19º) Levy Mendes Lopes (RJ/BMW - Máster), SBK Rio, a 3 voltas
20º) Carlos Rothier (RJ/BMW - Máster), SBK Rio, a 3 voltas
NÃO COMPLETARAM
João Simon (SP/Kawasaki), Pitico Racing, a 9 voltas
Fabian Moscatello (ARG/Yamaha), Moscatello Team, a 10 voltas
Victor Braga (RJ/Suzuki - Máster), SBK Rio, a 12 voltas
Ricardo Barbas (ARG/Yamaha), Moscatello Team, a 12 voltas
Melhor volta: Pierluigi, 1min24s985, média de 149,532 km/h

CLASSIFICAÇÃO
Depois de três etapas, a classificação da categoria GP 1000 no Moto 1000 GP é a seguinte: 1º) Chofard e Douglas, 54 pontos; 3º) Ribodino, 44; 4º) Luvizotto, 28; 5º) Barros e Pierluigi, 27; 7º) Colatreli, 24; 8º) Rodríguez, 21; 9º) Simon, 20; 10º) Costa Neto, 18; 11º) Poton, 16; 12º) Laurentys, 14; 13º) A. Braga e Carvalho, 13; 15º) Cristobal, 10; 16º) Moura e Portaluppi, 9; 18º) Lenzi, 7; 19º) Otero e Salles, 4.