ETAPA CATARINENSE É PRÉ-SELETIVA PARA O MOTOCROSS DAS NAÇÕES

08/07/2011 11:23

 

Etapa catarinense é pré-seletiva para o Motocross das Nações
 
 
Pilotos querem fazer bonito em Canelinha (SC)
Elton Souza/Broop
 
Pilotos querem fazer bonito em Canelinha (SC)
Elton Souza/Broop
 
Pilotos querem fazer bonito em Canelinha (SC)
Elton Souza/Broop
 
Pilotos querem fazer bonito em Canelinha (SC)
Elton Souza/Broop

 

Canelinha (SC) – A etapa catarinense do Pro Tork Brasileiro de Motocross, dias 16 e 17 de julho em Canelinha, terá status de pré-seletiva para o Motocross das Nações. Além de reunir os melhores pilotos do país, a disputa da MX1 e da MX2 promete ser ainda mais quente por conta da possibilidade real de compor a Seleção Brasileira no principal evento no calendário, marcado para 18 e 19 de setembro em Sant Jean d´Angely, na França. A programação do Brasileiro terá ainda corridas das classes MX3, MX4, 230cc, 85cc e 65cc.

O Motocross das Nações é disputado por equipes, sendo que cada país é representado por três pilotos. Ganha quem somar o maior número de pontos nas corridas, por isso é fundamental que o trio que irá defender o Brasil esteja em sua melhor fase. A pré-seletiva foi criada para que a definição dos nomes seja a mais democrática possível, um valor defendido pela Pro Tork, patrocinadora do Brasileiro e do projeto nacional no Motocross das Nações.

Formato da pré-seletiva – Na etapa de Canelinha, que é válida como terceira do calendário do Pro Tork Brasileiro de Motocross, oito pilotos serão convidados para um período de testes coordenado pelo chefe de equipe da Seleção, Antonio Jorge Balbi, e pelo consultor Milton Becker “Chumbinho”.
Para definir este grupo, pela primeira vez na história, a imprensa especializada em duas rodas e a Associação Brasileira de Pilotos de Motociclismo Esportivo (ABPMX) também participarão do processo de escolha. A Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) apontará três pilotos, que automaticamente estarão entre os pré-selecionados: os líderes do Brasileiro nas categorias MX1 e MX2 e outro por critério técnico.

Os membros da comissão especializada, formada pela imprensa, ABPMX e pelo chefe de equipe da Seleção, irão escolher cinco nomes cada um. Os pilotos mais lembrados completam os oito pré-selecionados para o Nações, sendo que a lista final de convocados, composta por três atletas e um reserva, será divulgada na quarta etapa do Pro Tork Brasileiro de Motocross, em Anchieta (ES), dia 21 de agosto. 

Atuais líderes – O mineiro Antônio Jorge Balbi Júnior, que defendeu o Brasil nas últimas quatro edições do Nações, está na liderança da MX1, enquanto o paulista Dudu Lima é o ponteiro da MX2. Os outros atuais líderes do Pro Tork Brasileiro de Motocross são Massoud Nassar (MX3), Enzo Lopes (85cc),  Fabiano dos Santos (230cc), Milton Becker “Chumbinho”  (MX4) e Gustavo Henn (85cc).

O Pro Tork Brasileiro de Motocross tem patrocínio de Pro Tork e Rinaldi. A terceira etapa conta com organização da Federação Catarinense de Motociclismo e supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo. 
 
 
 

Ângela Monteiro - Mundo Press
11 9628-2222
11 3586-8286
Nextel 11 7785-0586
ID 92*73824