HONDA CBR 250R CHEGARÁ EM SETEMBRO

22/07/2011 18:28

HONDA CBR 250R CHEGARÁ EM SETEMBRO

 

 

HONDA CBR250R 1 1024x875 Honda CBR 250R chegará em setembro

A espera está chagando ao fim, a Honda lançará a CBR 250R no brasil sua pequena esportiva.  O moderno motormonocilindro de refrigeracão líquida é totalmente novo, ela tem visual alinhado com o das mais prestigiadas motos da marca –  VFR 1200 e CBR 600F – e vai esquentar a briga na categoria 250 esportiva, e concorrer diretamente com a Kawasaki Ninja 250.

VídeO

 

A expectativa era que a Honda apresentasse a novidade no Salão da Moto, a ser realizado em novembro próximo, mas de acordo com nossos “espiões”, a novidade CBR 250R será antecipada, e colocada no mercado já no próximo mês de setembro. Com relação ao preço, é lógico imaginar que a Honda colocará sua CBR 250R em condições de incomodar fortemente a Ninja, hoje comercializada por algo menos do que 18 mil reais. Como dissemos anteriormente, o ataque da Honda ao nicho das 250 mais elaboradas tem mais a função de demarcar território, de não deixar que sua imagem seja associada apenas a produtos utilitários: a Ninja 250 agradou os brasileiros ansioso por uma moto de visual melhor do que o das essenciais CB 300R e Fazer 250. E vem aí a Megelli 250 trazida pela Kasinski, e uma Dafra com as mesmas características que, pelo que sabemos, terá mecânica da SYM, a marca de Taiwan que já fornece a Dafra o Citycom 300i.

HONDA CBR250R 4 1024x850 Honda CBR 250R chegará em setembro

A Honda vai apostar na modernidade da CBR 250R que seu principal atrativo. No que pese a frustração de alguns por ter ela um motor monocilindro e não bicilindro como o da Ninja 250R, a Honda terá possivelmente desempenho próximo ao da Kawasaki. No plano da potência máxima a Honda perde: serão 27 cv contra os 33 cv da Ninja que, porém, pesa 10 quilos a mais e tem um torque levemente inferior ao da CBR (2,24 kgf.m contra 2,43 kgf.m). Na prática, a Honda oferecerá a seu piloto um motor mais “cheio” em baixas e médias rotações, graças não apenas ao maior torque como a uma melhor distribuição deste no arco de rotações. Já a Ninjinha permanecerá “cantando” melhor em alta rotação, característica demotores com maior fracionamento, e evidenciada pela faixa vermelha no contagiros que na Ninja parte nos 13 mil rpm enquanto que a CBR 250R tem o limite em 10,5 mil rpm.

HONDA CBR250R 7 1024x682 Honda CBR 250R chegará em setembro

Uma nota positiva da Honda certamente será sua parte ciclística, onde se destaca um chassi de tubos de aço perimetral. As suspensões seguem o padrão Honda, com o monoamortecedor encaixado no sistema Pro-Link atrás enquanto na frente há o garfo telescópico convencional, sem regulagens. Freios: na versão à venda nos mercados asiáticos a CBR 250R conta com a frenagem combinada C-ABS como opcional para morder o par de freios a disco, sendo o dianteiro de generosas dimensões.

HONDA CBR250R 8 1024x604 Honda CBR 250R chegará em setembro

Apresentada ao mundo no Salão de Milão de 2010, ou seja, nem um ano atrás, a chegada da Honda CBR 250R ao Brasil é sinal de que novos ares sopram na mente dos dirigentes da Honda brasileira. Este ano, já tivemos dois lançamentosimportantes, a VFR 1200 e a XL 700V Transalp que, com a chegada desta pequena esportiva 250, e da iminente CB 600F Hornet atualizada configura uma agressividade ímpar para a líder de nosso mercado, que por conta de seu esmagador domínio pecava por não ter uma maior diversificação no seu catálogo. E como anunciamos aqui, há a possibilidade de ainda termos mais novidades – quem sabe no Salão?

Ficha Técnica

Motor: 249,4 cc, 1 cilindro, 4 válvulas por cilindro, duplo comando no cabeçote, refrigeração líquida
Diâmetro x curso: 76 mmx 55 mm
Taxa de compressão: 10,7:1
Potência: 26 cv a 8.500 rpm
Torque: 2, 44 kgf.m a 7.000 rpm
Alimentação: injeção eletrônica
Câmbio: 6 marchas
Chassi: diamond em tubos de aço
Suspensões: garfo telescópio na dianteira e monoamortecida ajustável na traseira
Pneus: 110/70-17 na dianteira e 140/70-17 na traseira
Freios: disco de 296 mm com pinça de dois pistões na dianteira e disco de 220 mm com pinça de dois pistões na traseira
Comprimento: 2.030 mm
Largura: 709,5 mm
Altura do banco: 780 mm
Altura total: 1.127 mm
Distância livre do solo: 148 mm
Entre-eixos: 1.369 mm
Peso: 162 kg (a seco)
Tanque de combustível: 13 litros

Fotos

Fonte:
Revista Moto!