KASINSKI MIRAGE 650, AVALIAMOS POSITIVAMENTE

09/08/2011 15:09

 Kasinski Mirage 650, Avaliamos positivamente


 

Avaliação positiva, foi o que nós demos a Kasinski Mirage 650

Potência, conforto e estilo, são alguns dos adjetivos que damos a esta moto, após termos rodado com ela durante 7 dias em um misto de cidade e estrada.

Esta custom média  com pinta de esportiva, tem um design muito diferente do que as tradicionais customs que estamos acostumados a ver.

O seu tanque meio estiletado, e suas lanternas trazeiras de led, mostram um visual diferente e simpático.

Outro charme desta moto são os seus muitos cromados, que a deixam mais bonita.

Seu motor em V a 90 graus, que  torna essa motoca bastante agressiva, para seus 650 cm³ merece destaque.

Na primeira acelerada, ela já se mostra uma “ferinha”. (sic)

Com duplo comando no cabeçote (DOHC), o V2 de 647 cm³ de capacidade está equipado com refrigeração a água e injeção eletrônica de combustível.

Equipado com injeção eletrônica de combustível,  atinge a potência de 80,74 cv a 9.250 rpm e torque de 6,90 kgf.m a 7.250 rpm, quase o dobro de potência das motos custom desta faixa de cilindrada.

Tem o mesmo motor  utilizado na esportiva Comet GT 650 R EFI , que apresenta  melhor rendimento em médios e altos regimes de rotação.

Em baixo giro ela tende a pedir a redução de marchas, meio que querendo morrer, ou apresentando uma leve vibração, nada substancial.

Na estrada mantendo velocidade de cruzeiro, ela mostra que é para isso que fora feita se mostrando bem a vontade. ( sic)

Mas se a vontade for por ela para andar, é só chamar a potência que a resposta é rápida, podendo atingir 160 Km/h facilmente e até mais dependendo do caso,( Lembre se estamos falando de uma custom ).

Quando exigida, sua resposta foi  rápida,  nestas condições, (“cabo enrolado”), o consumo ficou na casa de 15,2 ltros, enquanto que na média,( entre 100 a 120 Km/ h),  ficou na média de 19,5 ltrs.

Seu tanque com 16 ltros de capacidade, proporciona uma autonomia de  até 300 km, se for mantido  a média de velocidadde.

A Kasinski Mirage 650, possui suspensão invertida com regulagem e 126 mm de curso.

Na traseira, tradicional sistema bichoque ajustável e com 130 mm de curso.

De suas tres regulagens que poderíamos dizer, leve, média e forte, mantívemos a regualgem no meio, que mesmo com garupa mostrou eficiência.

O conjunto é macio e absorve bem as imperfeições do piso, mesmo com tamanha buraqueira que existe no asfalto de São Paulo.

Na estrada é que mostrou  o trabalho equilibrado, e  mostrou uma estabilidade boa.

Seu sistema de freios,  dianteira, disco duplo de 300 mm de diâmetro com pinça de dois pistões fixada radialmente e na traseira, simples de 260 mm de diâmetro com pinça de dois pistões, mostram eficiência quando exigídos.

Essa Custom, oferece bastante conforto na pilotagem, seu guidão tem um angulo perfeito, trazendo boa posição para o piloto.

Os retrovisores,encontram se por sua vez  bem posicionados nesse guidão, guidão  bastante largo do que o de costume, mas que não oferece problemas entre os corredores de carros.

 

O seu assento é divídido em dois níveis, as pedaleiras tem regulagem em dois níveis, podendo deixa la com o comando mais avançado, com um simpels ajuste . Em nossa opinião, uma grande sacada desta custom .

Além do seu equilíbrio, harmonia e aliado a conforto, um dos pontos que merece nossa atenção foi o seu painel.

Possui  leitura fácil para o piloto, apresenta relógio de horas, e dois odômetros, e tres regulagens de luminosidade.

Sentimos falta do RPM.

A trazeira também é bastante harmoniosa e sua iluminação com leds, merece atenção.

Com a kasinki Mirage 650, enquanto fazíamos a nossa avaliação em todos os lugarres que paramos ela chamou a  atenção.

Todos vinham matar a curiosidade, alguns a  elogiavam e outros diziam ser uma cópia da HD VROAD, entre os lugares em que rodamos com a Mirage 650, as mulheres motociclistas mostraram bastante interesse, não só em termos de beleza desta moto, mas da altura do solo e do peso da Mirage 650;  Segundo a opinião das mesmas, fica mais fácil de dominar a máquina.

 

Na nossa opinião, achamos que deveria ter muito mais divulgação desta máquina e as pessoas, por sua vez  pararem de rotular sem conhecer.

 

Os pontos negativos do nosso ponto de vista :

  • A posição da chave na lateral, ( ignição ), a frente se torna um pouco desconfortável, quando se tenta colocar a mesma, montado na moto.
  • A densidade do assento poderia ser maior. ( traria mais conforto, principalmente para o garupa)
  • O acabamento da caixa de chave de seta e de alerta, possui rebarbas.
  • Falta conta giros
  • Nas trocas de marcha, o câmbio mostrou se um pouco “duro”, ( coisa peculiar nos motores em “V”)

 

Esta  moto como todas as outras tem os seus contras e seus prós, e nos prós ela esta bem a frente de muita moto que tem nome, voces sabem o que quero dizer.

 

 

 

Por fim essa  de média cilindrada, apresenta design diferente, motor de respostas rápidas e econômico,  cromados que mostram um bom acabamento, bom  conforto, e com certeza supera suas adversárias em bastante quesitos.

Esta bela máquina está disponível  nas concessionárias Kasinski nas cores: Vinho e Preta .

 

Fonte: Bikeriders