MARTIN BRAUER VOLTA A KTM À LIDERANÇA DO CAMPEONATO ALEMÃO DE SUPERBIKE

05/07/2011 23:24

 Numa corrida heróica Martin Bauer volta a KTM

à liderança do campeonato  alemão de superbike

Smrz_bauer_grid_baixa.jpg

 

 

O austríaco Martin Bauer conseguiu reassumir para a KTM a liderança do IDM, o campeonato alemão e internacional de Superbike, mesmo correndo com sua mão direita ferida. Assim, a marca voltou a ficar à frente do mais importante campeonato nacional do mundo para as motos de série, as que são vendidas ao público. Sob vários aspectos, ele é mais significativo que o mundial de superbikes, porque seu regulamento é rigoroso, nele as motos que estão na pista são as mesmas que estão à venda nas concessionárias – as modificações mecânicas praticamente não são permitidas, além de regulagens e adaptações de segurança para corridas.

 

Mas a vitória de Bauer e o desempenho de seus colegas da KTM, o tcheco Matej Smrz e o alemão Stefan Nebel tiveram ainda outro gosto para a equipe e para os austríacos. Porque o circuito de Salzburgring é bem próximo da pequena cidade austrícaca de Mattighofen, com seus 12 mil habitantes e sede da KTM.  Nada menos que 500 deles estavam nas arquibancadas de Salzburgring, torcendo pelas motos laranjas, que produzem para serem as mais guerreiras do mundo. A competição está na alma deles, da fábrica e das suas motos, “Ready to Race”, como dizem. A paixão dos funcionários e da cidade está refletida até nas letras da marca, as duas primeiras o K e o T são iniciais dos seus fundadores e o M é do nome da cidade, Mattinghofen.

 

Martin_Bauer_box_baixa.jpg

Martin Bauer de atadura, aguarda a largada com gelo na mão ferida.

 

Martin Bauer treinou e classificou sem saber se conseguiria alinhar para a prova. Mesmo assim foi o mais rápido que os colegas Smrz e Nebel, com as suas KTM RC8 R. Mostrava aos torcedores que estava com a faca na boca. Mas a vantagem na classificação pouco significava, num grid de largada com mais de 30 motos no mesmo segundo. Bauer passou a noite sob os cuidados de sua equipe médica, nas mãos de fisoterapeutas.

 

E na corrida, ele estava iluminado. Na primeira prova, não resistiu aos ataques do também austríaco Michael Ransender, da BMW, mas cruzou em segundo. Na segunda corrida do dia, a dor aumentando, cruzou em quarto lugar, à frente dos colegas Smrz que vieram  em quinto e Nebel em sexto. E com pontos suficientes para retomar a liderança no campeonato alemão, que é internacional. Agora, ele tem quatro semanas para se recuperar dos ferimentos, antes da próxima etapa, em Schleizer Dreieck, dia 8 de agosto.

 

Martin_Bauer_45_baixa.jpg

 

 

Baumer reassumiu para a KTM a liderança do campeonato que já esteve com seu companheiro Matej Smrz. Ele tem agora 146 pontos, 12 pontos de vantagem sobre o australiano Karl Muggeridge, da Honda, com 134. Em teceiro o também austríaco Michal Ransender, da BMW com 129 pontos, em quarto o australiano Damian Cudlin, da BMW com 120 e em quinto Matej Smrz, da KTM, com 119 pontos. Smrz se acidentou nos treinos do sábado e abandonou a prova na segunda corrida de domingo, para não correr risco de novo aciente na pista de altíssima velocidade. Mas sendo um vencedor, ainda tem como reagir no campeonato.