MOTO GP MORTE DE SIMONCELLI ABALA MOTOCICLISMO

25/10/2011 13:52

 

Moto GP: Morte de Simoncelli abala motociclismo

A morte do motociclista italiano Marco Simoncelli na etapa da Malásia, domingo, foi recebida com muita tristeza pelos companheiros da MotoGP. Após a prova, que acabou cancelada depois do gravíssimo acidente, ainda na primeira volta, os pilotos demonstravam perplexidade ao se referir à tragédia.

“Assim que vi as imagens comecei a me sentir enjoado. Toda vez que o capacete sai não pode ser um bom sinal. Estou chocado e entristecido ao perder um colega”, declarou o australiano Casey Stoner, que já garantiu o título da temporada.

O acidente aconteceu ainda na primeira volta da prova. O piloto não resistiu aos traumas sofridos na cabeça, no peito e no pescoço ao cair na pista e ser atropelado pelas motos de Colin Edwards e Valentino Rossi.

“Marco era um piloto forte e sempre se arriscava ao máximo. Corremos juntos quando éramos crianças, sempre o vi se arriscar ao máximo. Parecia invencível. O que aconteceu parece impossível”, afirmou Andrea Dovizioso.

Aos 24 anos, Simoncelli era considerado uma das maiores promessas da MotoGP. Em 2008 foi campeão mundial da categoria 250cc. Em 2010, estreou na categoria, mas só conseguiu subir ao pódio pela primeira vez nesta temporada. Seu melhor resultado foi obtido na prova anterior ao acidente fatal. O italiano ficou em segundo na etapa australiana, em 16 de outubro.

Esperava-se que se transformasse em um dos principais pilotos nas próximas edições do GP. “Sempre desejou chegar ao topo, estava dentro deles, havia este desejo pelo sucesso que sabia que alcançaria”, disse o empresário da vítima, Carlo Pernat.  “É um dos dias mais tristes da minha presidência”, disse Gianni Petrucci, presidente do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni)
.