MOTOCICLISMO DE LUTO PELO FALECIMENTO DE SWIAN ZANONI

20/09/2011 10:51

 Motociclismo de luto pelo falecimento de Swian Zanoni

18/09/2011

 

 

(CBM, 18/09) - O motociclismo brasileiro está de luto mais uma vez. Faleceu neste domingo, 18/09, em Minas Gerais, o jovem piloto Swian Zanoni. Representante do país no Campeonato Mundial de Motocross deste ano, o piloto da equipe Honda tinha 23 anos e voltara ao Brasil no fim de agosto para a fase final de recuperação de uma fratura no antebraço direito, sofrida durante a 10ª etapa do Mundial, em Kegums, na Letônia.

Ainda há poucas informações sobre o fato, mas Swian estaria disputando uma prova de motocross na cidade de Orizânia, distante 300km da capital Belo Horizonte. Na última volta da categoria MX1 o piloto teria perdido o controle de sua moto e batido contra uma árvore.

Em respeito aos pais do piloto, Vera e Pedro, seus familiares, amigos, companheiros de equipe e todos os amantes do esporte sobre duas rodas, a Confederação Brasileira de Motociclismo decreta oficialmente luto de três dias.

- Dói muito receber uma notícia como essa. Não só por ser um piloto, mas pelo caráter que ele tinha, assim como seu pai e sua mãe. É uma perda enorme - declarou oficialmente Roberto Boettcher, vice-presidente da CBM. - Eu me via no Swian, afinal era um piloto que, assim como eu fiz no passado, representava o Brasil no campeonato mais importante do motocross internacional. Ele carregava a bandeira do nosso país no peito. Em meu nome, em nome do presidente Firmo Alves (que está acompanhando a delegação do Brasil no Motocross das Nações, na França), e de toda a diretoria da CBM, desejo muita força aos familiares e amigos do Swian - completou Boettcher.

Swian Zanoni nasceu no dia 18 de abril de 1988 na cidade de Divino, em Minas Gerais. Em seu currículo, mais de 20 títulos dos Campeonatos Cariocas de Motocross e Supercross, dois vice-campeonatos brasileiros de Supercross (2007 e 2008), o título do Arena Cross de 2010 e a participação no Motocross das Nações de 2009.

A Confederação Brasileira de Motociclismo e o esporte brasileiro estão de luto por essa lamentável perda. Desejamos força aos pais, aos amigos e aos familiares para que consigam superar esse momento difícil

 

Adriano Winckler
IMPRENSA - CBM