OPERAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL NO COMBATE A PRÁTICA DE COMPETIÇÕES DE MOTOS NA BR-060, EM GOIÁS

31/01/2012 21:24

 

Operação da Polícia Rodoviária Federal no combate a prática de competições de motos na BR-060, em Goiás

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) através de sua Superintendência de Goiás, realizou no último domingo (29), uma operação com o objetivo de combater a prática de competições na rodovia BR-060, quando motociclistas aceleravam suas possantes motos em alta velocidade, de forma perigosa e ilegal.

De acordo com a Polícia Rodoviária, o trecho da rodovia é o local preferido dos motociclistas de Goiás e Distrito Federal para a prática de competições e rachas, por apresentar boas condições do asfalto e longas retas.

“O objetivo é combater o excesso de velocidade e a disputa de rachas, que é crime. A prática coloca em risco a vida alheia”, explica o inspetor Newton Moraes, assessor de comunicação da Polícia Rodoviária Federal, Superintendência de Goiás.

O fato mais inusitado, foi um motociclista ao perceber a fiscalização policial, informava a outros motociclistas através de um celular. Ele ficou no acostamento parando os demais que seguiam sentido a blitz policial. Os inspetores da PRF foram até o local, o que ocasionou a retenção de sua motocicleta e multa.

O Código de Trânsito Brasileiro só permite sinais em ultrapassagens ou aviso de acidentes na estrada, os condutores flagrados avisando outros motoristas sobre blitz policial, são notificados e recebem quatro pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 85. Só em 2011, quase 1.400 motoristas em todo país, foram multados cometendo este tipo de infração.

A operação terminou com mais de 30 motos apreendidas por falta de CNH e licenciamento, documentos atrasados, ausência de retrovisores, placas levantadas, entre outras infrações de trânsito.

Das motos apreendidas, 15 delas estavam sendo usadas na competição irregular, e seus condutores foram levados para a Delegacia de Anápolis, entre eles um adolescente

 

Fonte: ENCONTRODEMOTOS.com