PARCERIA ENTRE A E-MAQX e LEM MOTOR DÃO AO BRASIL A PRIMEIRA FÁBRICA DE MOTOS ELÉTRICAS FORA DO POLO DE MANAUS.

23/10/2010 00:06

Em parceria com a fabricante de motos elétricas alemã E-MAX, a LEM MOTOR do BRASIL, multinacional italiana que tem sede na cidade mineira de Itajubá, vai produzir o modelo E-Max 90S oficialmente no Brasil. Michael Fulton, Global Key Account Manager da Vmoto, empresa australiana que recentemente adquiriu a fabricante alemã, esteve em Minas Gerais neste mês de setembro para conhecer as instalações da fábrica ítalo-brasileira no estado.

Em sua passagem ao Brasil, Michael Fulton teve a oportunidade de visitar o porto seco em Varginha, MG, e conheceu a fundo todos os processos envolvidos na importação de peças e cadeia de distribuição da montadora. Fulton acompanhou de perto todo o processo de montagem dos produtos da LEM MOTOR do Brasil, que são feitos em associação com a LEM Motor Itália.

Além de impressionado com as instalações da fábrica, o representante abriu a possibilidade de o Brasil ser o principal fornecedor das scooters E-MAX para o mercado norte-americano, devido à proximidade geográfica e pela qualidade observada na linha de montagem na unidade Brasileira.

Linha de montagem da LEM MOTOR em Itajubá

 


Joint-Venture

No curto tempo em que esteve no Brasil, Fulton pôde conhecer de perto o público alvo dos produtos da E-MAX que o permitiu projetar vendas para os próximos cinco anos, além de estudar a possibilidade de uma Joint-Venture entre LEM e a VMOTO em um futuro muito próximo. “Estamos muito satisfeitos com essa parceria e esperamos que os frutos sejam colhidos já em 2011”, projeta Island Costa, diretor de Marketing da LEM MOTOR do Brasil.

Michael Fulton aproveitou a viagem para apresentar a nova planta industrial da Vmoto que dedicou à E-MAX em um complexo de 20.000m² para a fabricação e montagem das scooters elétricas. Na apresentação, constatou-se a grande sinergia entre as empresas que compartilham valores, visão e objetivos comerciais semelhantes para seus países de origem e para exportação.

Michael Fulton deverá retornar ao país em breve acompanhado por Patrick Davin, principal executivo e acionista da Vmoto, para ampliar as relações comerciais com a LEM MOTOR/Riba Motos. Além disso, os executivos virão a Minas para acertar os detalhes finais da fabricação do produto no país.

E-MAX 90S


Com foco na sustentabilidade e na utilização das energias alternativas como fonte de combustível para veículos automotores, a E-Max 90S é distribuída oficialmente pela LEM MOTOR no Brasil desde o mês de abril. Para possibilitar mais opções no mercado, a empresa decidiu nacionalizar a produção nos próximos meses e colocar a LEM MOTOR como a primeira fabricante efetiva de motocicletas elétricas do país.

A motocicleta possui tecnologia alemã, design italiano e peças fabricadas em Taiwan e na China, visando a redução de custos. A E-Max 90S, é destinada ao uso urbano, ideal para trajetos de até 60km e é considerada o modelo Scooter Elétrico mais importante do mundo. O motor de 4.000 Watts de potência possui quatro baterias de silício e pode ser recarregada em tomadas de 110 e/ou 220v em um período de quatro a seis horas. A autonomia do modelo varia de 60 Km a 80 Km, a uma velocidade entre 25Km/h e 60Km/h.

Produção


Desde novembro de 2009 instalada no Brasil, a LEM MOTOR já fabrica em Itajubá as motocicletas RX65cc e RX50cc, destinadas às competições, e a Four X Pro, de 125cc, destinada para o lazer. O acordo para a instalação industrial da fabricante aconteceu oficialmente no mês de agosto/2009 entre a diretoria da fabricante italiana e dirigentes do INDI (Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais).

O acordo entre as partes prevê um investimento de R$ 7 milhões para as ampliações do parque industrial da LEM MOTOR até 2011, gerando cerca de cinqüenta empregos diretos e indiretos em Itajubá, MG. “Ainda temos muito trabalho e estamos selecionando interessados para trabalharem aqui na fábrica em Itajubá”, diz Luiz Sérgio Ribeiro, Gerente de Produção da LEM MOTOR do BRASIL.

Da esquerda para direita : Luiz Sérgio (Diretor de Produção), Rui Almeida (Diretor de RI), Michael Fulton (Global Key Acount Manager E-Max) e Island Faria (Diretor de MKT)


Neste mês de setembro, tivemos a 1º visita do INDI depois do projeto em funcionamento. “Os membros do INDI ficaram impressionados com nossa estrutura que montamos aqui. Em menos de um ano do acordo, o nível que atingimos os deixaram muito empolgados”, comenta Rui Almeida, Diretor de Relações Internacionais da LEM Motor do Brasil.

A fábrica em Itajubá, que produz os modelos da LEM MOTOR e vai produzir os modelos E-Max, tem capacidade para abrigar outros fabricantes estrangeiros interessados em montar seus produtos no Brasil. “Estamos em expansão e temos a intenção de receber outros fabricantes de motocicletas com interesse no Brasil, aproveitando o que temos de estrutura e incentivos em Minas, assim tornar o Sul de Minas Gerais em uma opção como pólo de motocicletas para alguns nichos de mercado”, ressalta Island Costa, diretor de Marketing da LEM MOTOR do Brasil.

A LEM MOTOR do Brasil é a primeira montadora de motocicletas, depois da Yamaha, a montar suas instalações fora da Zona Franca de Manaus, com o objetivo de diminuir custos com a logística e ficar mais próxima de seu público alvo. “A parceria com o INDI nos deu confiança para investir em Minas Gerais e darmos inicio a este projeto, já que o instituto proporciona facilidades para criar empreendimentos por aqui”, explica Island.

Já a escolha por Itajubá se deu por sua localização privilegiada no sul de Minas Gerais. O município fica a uma distância média de 300 km das cidades de Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro, o que diminui os custos de produção e otimiza a logística. “Em todo o nosso planejamento de atuação no Brasil, buscamos todos os tipos de incentivo para iniciarmos nossos trabalhos. Tivemos grande apoio do Governo de Minas e aos poucos ampliaremos nossa atuação no país”, destaca Island.

 

Mais sobre a LEM 

De origem italiana, a LEM MOTOR nasceu em 1973, nos arredores de Bolonha. Desde então, ela vem se especializando em minimotos de competição e recreação destinadas ao público infanto-Juvenil, scooter´s, ciclomotores, quadriciclos e outsourcing.

Em 2005, a LEM chegou ao Brasil. Tornou-se uma empresa independente e estabelecida em Mogi das Cruzes – SP. Atualmente no sul de Minas, a empresa aposta na montagem dos produtos no país para baixar o custo e transformar o motocross em um esporte cada vez mais acessível. Mais informações

www.lemmotor.com.br