SALÃO DUAS RODAS - PARTE 1

14/10/2013 14:02

Passado o 12º Salão Duas Rodas, fica o saldo positivo dos lançamentos e novidades para o setor das duas rodas. Como a reportagem fica muito longa vamos dividí-la em duas partes para ficar menos cansativa a leitura para nosso amigos e amigas internautas que acessam o Canal da Moto.

O Salão Duas  Rodas na sua 12ª edição que aconteceu durante 6 dias no Anhembi em São  Paulo, num espaço de 110 mil m2,  trouxe novidades, atrações interativas, modelos raros e lançamentos.

Percebe-se que a inovação da indústria em duas rodas é contínua com lançamentos que seguem a tendência mundial, apesar dos preços praticados em nosso país serem exorbitantes, em virtude das altas taxas de impostos impostos pelo governo.

Nota-se ainda pelo público presente que o gosto pelas maquinas de duas rodas, continua latente cada vez mais na cabeça dos brasileiros, que registrou um recorde de mais ou menos 20 milhões de motocicletas em circulação no país.

Estandes muito bem montados, estratégicamente colocados davam um colorido e um visual todo especial ao Salão Duas Rodas.

Quanto aos lançamentos, a brasileira Dafra aposta no segmento das scooters para continuar crescendo no mercado nacional. Muitas expectativas sobre os modelos automáticos que estão conquistando cada vez mais o público cercaram o estande da montadora, que anunciou duas novas versões, além de uma pequena moto com 50 cc.

A primeira novidade é a Maxsym 400i, modelo automático, injeção eletrônica, refrigeração líquida e 4 válvulas, com espaço sob o assento para acomodar dois capacetes, rodas com aro 15¨e 14¨, que são as maiores da categoria, freios ABS de série,  produzido em parceria com a taiwanesa SYM, mesma parceira que produz a Citycom 300.

A Cityclass 200,outro lançamento da Dafra, vem com motor de 200 cm3, injeção eletrônica, refrigeração a ar e óleo, rodas aro 16¨, freios a disco com FH-CBS, painel digital e carregador USB, possuindo ainda compartimento para capacete e pequeno objetos, que  chega para inaugurar uma nova faixa de cilindrada entre os scooters.

A outra novidade é a pequena Super 50, moto de entrada que vem reestilizada para 2014. Ela terá equipamentos com diversos itens para os iniciantes sobre duas rodas, como rodas de liga leve aro 17, pneu sem câmara e baú.

A Yamaha com um estande muito bem elaborado e bastante visitado,  apresentou novidades como  T-Max 530, scooter, de grande sucesso na Europa, que possui propulsor bicilíndrico de 530cc, com refrigeração líquida, injeção eletrônica, com 46,5 cv de potência e 5,3 kgmf de torque, espaço sob o assento para dois capacetes, porta trecos, painel digital, etc. Só o preço previsto é salgado demais para o mercado brasileiro, R$ 42.500,00 (leia-se excesso de impostos).  A Ténéré 660 foi destaque, agora na cor preto fosco. A V-Max, com preço bastante salgado também na faixa de R$ 99.000,00, chega em março de 2014, com o mesmo motor, um quatro cilindros em V, de 1679 cc, com geração de 200 cv de potência a 9.000 rpm e torque de 17 kgmf a 6.500 rpm, uma bela máquina.

Os aficionados que esperaram pela MT-09, primeira moto com 3 cilindros, ficou decepcionado, pois embora a moto tenha estado em destaque no estande, ela não será comercializado no Brasil. Outros modelos como a Fazer 150, e nos produtos de série modificações estéticas e visuais podem ser facilmente percebidos.

A Benelli, que aposta no segmento naked e touring,  chega oficialmente ao Brasil, apresentando  um estande lindíssimo com sete modelos em sua primeira participação no Salão.

A marca dentre as nakeds, traz a BN 600, um  4 cilindros com 82 cv de potência a 11.500 rpm, em seguida vem a TNT 899, uma 3 cilindros, gerando 98 cv a 9.500 rpm, a TNT 1130,uma três cilindros, com capacidade de gerar 120,32 cv de potência máxima e a TNT R1130, esbanjando potência, com o mesmo motor, porém revigorado para dar mais emoção, sendo capaz de chegar a 157,8 cv de potência. É uma máquina bastante agressiva.

Nos segmento  touring, a Benelli apresentou três modelos: a TER 899 K, motor de 3 cilindros com 98 cv de potência máxima, a TER 1130K, a maior  equipada com motor de três cilindros, gerando 120,32 cv. Já a TRE1130A, é da mesma versão porém voltada ao off Road, com rodas raiadas e pneus de uso misto.

Além dos sete lançamentos a Benelli apresentou com exclusividade mundial o seu protótipo B 600 trail, uma tetracilindrica que gera 82 cv de potência. Ainda não há informações sobre a sua produção, nem onde será comercializada. Todos os modelos apresentados não tiveram divulgados os preços, nem as datas de chegada ao Brasil.  Continuamos aguardando estas informações, pois temos certeza que vai haver uma mexida no mercado de motos naked e touring.

 

A Harley- Davidson,apresentou algumas novidades para os aficcionados da marca e do estilo custo, e segundo a empresa 2014 vai ser o ano da Harley.  As motocicletas do Projeto Rushmore, apresentam mudanças e melhorias em todas as áreas, que inspiram a experiência do piloto.Um dos grande elementos deste projeto, o novo motor Twin-Cooled –Higth Output oferece mais torque média e mais potência de ultrapassagem.

Os novos faróis  Led Daymaker ou de halogênio duplos, juntamentes com os freios Reflex com ABS concectados eletrônicamente, dão ao motociclista absoluta confiança na estrada. Para maior conforto a carenagem Batwing possui duto de ar que equaliza a pressão dianteira e a garupa foi adaptada para que o passageiro tenha mais conforto. A Ultra Glide Limited, com motor a refrigeração líquida e ar,  promete uma nova fase para a máquina. Foram renovadas as Street Glides e a Road King Classic, com novos recursos, tais como comunicação Bluetooth e navegação com comando de voz. A Fat Boy, com novas cores e novo visual, a Forty Eight XL 1200X, foram mais algumas atrações no estande da Harley, que estava  animal.A inovação da linha inclui nas motos os freios ABS.