YAMAHA APRESENTA SÉRIE LIMITADA RACING BLUE

22/10/2012 13:55

 

Para comemorar as vitórias nas pistas de motovelocidade, a marca dos três diapasões lança três modelos com grafismos exclusivos com pintura azul e branco

 

Para celebrar os excelentes resultados nas competições de motovelocidade e levar a emoção das vitórias da marca aos consumidores, a Yamaha Motor do Brasil lança uma série limitada batizada de Racing Blue. Uma linha de motocicletas com cores e grafismos exclusivos e inspirados nas YZR M1 do espanhol Jorge Lorenzo e do norte-americano Ben Spies, pilotos oficiais do Team Yamaha no Mundial de MotoGP. Os modelos escolhidos foram a econômica Crypton T 115, a mais completa da categoria Factor YBR 125 e a versátil Fazer YS250, a primeira de sua categoria equipada com o sistema de injeção eletrônica de combustível. A personalização dos modelos foi criada pelos designers da Yamaha do Japão, com pinturas e gráficos exclusivos nas cores azul e branca. Os primeiros protótipos foram expostos pela primeira vez no Salão Duas Rodas 2011, que aconteceu no Pavilhão de Exposições do Anhembi (SP).

 

Serão produzidas na fábrica da Yamaha em Manaus (AM) apenas 6.700 mil unidades, somando a produção dos três modelos da linha Racing Blue: Crypton T115 K (500), Crypton T115 ED (1.200), Factor YBR 125 K (1.500), Factor YBR 125 ED (2.200) e Fazer YS250 (1.300). Os preços públicos sugeridos, posto Manaus (AM), variam entre R$ 4.370,00 (Crypton T115 K) e R$ 11.630,00 (Fazer YS250). As novas motos da família Racing Blue chegam à Rede de Concessionárias Yamaha já em Novembro. 

Em mais de 50 anos em competições de motovelocidade, a Yamaha contabiliza 36 títulos mundiais de construtores, 13 na categoria máxima do motociclismo mundial. O último campeonato foi conquistado com o próprio Jorge Lorenzo, em 2010, pilotando a YZR-M1. Atualmente o piloto espanhol lidera a competição e está prestes a conquistar o bicampeonato na MotoGP pela Yamaha.



CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DA LINHA RACING BLUE

FAZER YS250
Ideal para locomoção, trabalho ou lazer, a Yamaha Fazer YS250 foi a primeira motocicleta de sua categoria a adotar a injeção eletrônica de combustível. Agora o modelo street ganhou visual moderno e esportivo ao adotar novos gráficos exclusivos na cor azul e branco, seguindo os padrões estéticos da linha Racing Blue. A Fazer YS250 está equipada com motor monocilíndrico quatro tempos de 249 cm³ e comando de válvula simples no cabeçote, que desenvolve 21 cv de potência a 8.000 RPM e 2,10 kgf.m a 6.500 rpm. Como diferencial, o propulsor conta com pistão forjado e cilindro revestido de cerâmica, componentes utilizados nos modelos maiores, como a XT 660R. 


A suspensão dianteira com barras de 37 mm de diâmetro tem protetores, enquanto a traseira é monoamortecida com 120 mm de curso e novo link da suspensão por rolete. O freio dianteiro tem alto poder de frenagem com 282 mm de diâmetro e pinça com dois êmbolos, enquanto na traseira leva um freio a disco de 220 mm de diâmetro. A conjunto ciclístico é ancorado em um chassi tipo berço duplo. O tanque de combustível com capacidade para 19,2 litros – 4,5 reserva –, ganhou tratamento em zinco e a moto ainda conta com rodas de liga leve com cinco raios duplos. 

Já o painel de instrumentos, tem conta-giros analógico e mostrador em cristal líquido multifuncional com hodômetro total e dois parciais (trip1 e trip2), hodômetro do combustível (f-trip), marcador do nível de combustível e relógio digitais. A nova Yamaha Fazer YS250, da linha Racing Blue, será comercializada em toda Rede de Concessionárias Autorizadas Yamaha a partir de Novembro, ao preço público sugerido pelo posto Manaus (AM) de R$ 11.630,00.
FACTOR YBR 125 

Para comemorar mais de um milhão de unidades produzidas do modelo, que é líder em vendas da marca e tricampeã do prêmio “Melhor Negócio” da revista Motociclismo Magazine (2009, 2010, 2011), a Factor YBR 125 traz motor monocilíndrico de 125cc, de quatro tempos, que rende até 11,2 cv a 8.000 rpm. Entre as principais características desse propulsor, se pode destacar o eficiente sistema de contra pesos no eixo de manivela – que diminui a vibração característica do funcionamento do motor, e o prático sistema centrífugo de filtragem de óleo, que não requer a substituição de elementos filtrantes. O câmbio de cinco velocidades proporciona trocas macias e precisas. A suspensão dianteira é telescópica convencional e a traseira do tipo braço oscilante assistido por um par de amortecedores com molas e cinco regulagens da carga, proporcionando conforto mesmo em pisos irregulares. Na linha Racing Blue, a Factor está disponível em duas versões: “K” - com partida a pedal e freios a tambor em ambas as rodas -; e “ED” - com partida elétrica, freio a disco e rodas de liga leve. Os preços públicos sugeridos pelo posto Manaus (AM), são R$ 6.050, e R$ 7.160,00, respectivamente. O início da comercialização dos modelos está marcada para Novembro.

CRYPTON T 115
Eleita “Melhor Negócio 2011” em sua categoria pela revista Motociclismo Magazine, a Crypton T 115 mantém o câmbio semi-automático de quatro marchas que a consagrou como moto de pilotagem simples. Ideal para o uso nos grandes centros urbanos, seu motor monocilíndrico de quatro tempos e 113,7 cm³, desenvolve potência máxima de 8,2 cv a 7.500 rpm. Com suspensão tipo garfo telescópico na dianteira e braço oscilante na traseira, a representante da Yamaha na categoria CUB e está disponível em duas versões: “K”, com partida a pedal e freios a tambor em ambas as rodas, e “ED”, com partida elétrica e freio a disco de 220 mm de diâmetro na dianteira. Os preços públicos sugeridos, posto Manaus (AM), ficam entre R$ 4.370,00 (K) e de R$ 5.290,00 (ED). As vendas se iniciam em Novembro.


Sobre a Yamaha
A marca dos três diapasões – menção ao conhecido escudo com três diapasões sobrepostos, se estabeleceu no Brasil em 1970 com a Yamaha Motor do Brasil Ltda. Foi a primeira fabricante de motocicletas a se instalar efetivamente no País. Já em outubro de 1974 passou a produzir em Guarulhos, São Paulo, o primeiro modelo nacional, a Yamaha RD 50.

Em 1985 se estabelece em Manaus, Amazonas com uma segunda unidade fabril, a Yamaha Motor da Amazônia Ltda. Hoje são 25 diferentes versões e 20 modelos de motocicletas, sete ATV´s (quadriciclos), nove WaveRunner (veículos aquáticos), 20 modelos de motores de popa e uma Rede com mais de 528 Concessionárias e 85 pontos de venda autorizadas e capacitadas no atendimento e serviços com qualidade.

O Grupo Yamaha no Brasil é constituído por oito empresas, como o Banco Yamaha Motor do Brasil S/A, Consórcio Yamaha Motor Ltda, Yamaha Motor do Brasil Serviços e Participações Ltda, Yamaha Motor do Brasil Corretora de Seguros Ltda, Yamaha Motor da Amazônia Ltda, Yamaha Motor da Amazônia Ltda (Filial), Yamaha Motor do Brasil Ltda, Yamaha Motor Componentes da Amazônia Ltda e Yamaha Motor Eletrônicos do Brasil Ltda.

Fazem parte do grupo também às filiais Yamaha Motor Del Peru S/A e Yamaha Motor da Argentina S/A. A Yamaha do Brasil é um importante polo produtor e exportador para grupos seletos e exigentes como, Europa, Estados Unidos, Canadá, Japão, Oceania e Mercosul