YAMAHA RECEBE CERTIFICADO DE MÉRITO AMBIENTAL

17/06/2011 16:10

 

Yamaha é idealizadora de ações de proteção à natureza e recebe Certificado de Mérito Ambiental 





 
1) Representantes da Yamaha com Edson Porto, diretor industrial da Yamaha Motor da Amazônia, com o certificado.
 
 
   

 
2) À esquerda; Rogério Iório, Presidente Nacional do IBDN, Edson Porto, diretor industrial da Yamaha Motor da Amazônia e Marcelo Ramos, Deputado Estadual, a direita.
 
 
   

 
3) Rogério Iório, presidente do IBDN, Afonso cagnino, Relações Institucionais da Yamaha, Vitor Lippi, prefeito de Sorocaba e Marcel Mano, Comunicação Yamaha, na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.
 
 
[  






No inicio do mês de junho, na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, foi realizada a 10ª Conferência Latino Americana de Preservação ao Meio Ambiente na qual foi citada a entrega do Certificado de Mérito Ambiental a Yamaha, pelo Instituto Brasileiro de Defesa da Natureza (IBDN), no mês de abril, em Manuas, AM.

Com o tema os novos rumos para a sustentabilidade – Política Nacional de Resíduos Sólidos, a Yamaha foi certificada durante a 5ª edição da Conferência do IBDN que em parceria com a Comissão do Meio Ambiente da Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas (CAAMA), presidida pelo deputado estadual Luiz Castro, PPS.

No dia 17 de abril, no auditório da Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), a Yamaha foi reconhecida pelo projeto de Eliminação de Substâncias Nocivas ao Meio Ambiente realizado junto aos fornecedores da Marca, para a eliminação de 34 substâncias, como o hexavalente, usado no tratamento de superfícies de todas as peças que são partes dos produtos finais.

O evento teve a participação de palestrantes como o Adalberto Carim, juiz da Vara de Meio Ambiente e Questões Agrárias do Amazonas que falou sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos, e Fabiano Arantes, diretor da Holytech – Tecnologias Sustentáveis, que explicou a respeito da sustentabilidade no Processo de Desidratação de Resíduos Domiciliares.

Na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, em São Paulo, o tema “Política Nacional de Resíduos Sólidos” foi conduzido por Rogério Iório, presidente do IBDN, e o deputado estadual João Caramez, PSDB.

A Yamaha - marca dos três diapasões – menção ao conhecido escudo com três diapasões sobrepostos, se estabeleceu no Brasil em 1970 com a Yamaha Motor do Brasil Ltda, e em outubro de 1974 passou a produzir em Guarulhos, São Paulo, o primeiro modelo nacional, a Yamaha RD 50. Em 1985 se estabelece em Manaus, Amazonas com uma segunda unidade fabril, a Yamaha Motor da Amazônia Ltda. Hoje são 25 diferentes versões e 20 modelos de motocicletas, 7 ATV´s (quadriciclos), 9 WaveRunner (veículos aquáticos), 20 modelos de motores de popa e uma Rede com mais de 615 Concessionárias Autorizadas capacitadas no atendimento e serviços com qualidade.

O grupo Yamaha no Brasil é constituído por sete empresas, como o Banco Yamaha Motor do Brasil S/A, Yamaha Administradora de Consórcio Ltda, Yamaha Motor do Brasil Serviços Financeiros e Participações Ltda, Yamaha Motor do Brasil Corretora de Seguros Ltda, Yamaha Motor da Amazônia Ltda, Yamaha Motor do Brasil Ltda e Yamaha Motor Componentes da Amazônia Ltda. Fazem parte do grupo também às filiais Yamaha Motor Del Peru S/A e Yamaha Motor da Argentina S/A. A Yamaha do Brasil é um importante pólo produtor e exportador para grupos seletos e exigentes como, Europa, Estados Unidos, Canadá, Japão, Oceania e Mercosul.

A Yamaha busca manter um alto padrão de qualidade dos seus produtos, dedicando-se ativamente para minimizar os impactos de suas atividades ao meio ambiente e contribuir para qualidade de vida na sociedade. Foi a primeira fabricante de Motocicletas, Motores de Popa e Veículos Aquáticos instada no Brasil a implantar um Sistema de Qualidade em 1995 em Manaus e 1996 em Guarulhos com base na ISO 9002 (essa certificação foi atestada e concedida pela DQS do Brasil), em 2003 foi certificado na ISO 9001 nas Yamaha Motor da Amazônia e Yamaha Motor do Brasil, respectivamente unidades de Manaus e Guarulhos, e em 2004 na ISO 14001 (unidades de Manaus), em 2008 ISO 14001 (unidade de Guarulhos), como também foi a primeira empresa no Brasil a instalar um Laboratório de Análise de Emissão de Gases Poluentes em 2005, sendo um dos mais modernos da América Latina. Essa inauguração culminou com o lançamento do modelo Yamaha XT660R, a primeira motocicleta produzida pela Yamaha no País com injeção eletrônica atendendo antecipadamente aos requisitos do controle de emissões de poluentes que entrou em vigor em Janeiro de 2006.

Legenda foto1: Representantes da Yamaha com Edson Porto, diretor industrial da Yamaha Motor da Amazônia, com o certificado.

Legenda foto2: À esquerda; Rogério Iório, Presidente Nacional do IBDN, Edson Porto, diretor industrial da Yamaha Motor da Amazônia e Marcelo Ramos, Deputado Estadual, a direita.

Créditos fotos 1 e 2: Yamaha divulgação

Legenda foto 3: Rogério Iório, presidente do IBDN, Afonso cagnino, Relações Institucionais da Yamaha, Vitor Lippi, prefeito de Sorocaba e Marcel Mano, Comunicação Yamaha, na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.

Crédito foto 3: IBDN


SAC: (11) 2431-6500

Jornalista: Marcel Mano (Mtb. 19.208)
Rodovia Presidente Dutra, km 214 - Guarulhos - São Paulo - CEP: 07183-903
Fones: (0xx11) 2460-5313 | Fax: (0xx11) 2432-5951
www.yamaha-motor.com.br
marcel.mano@yamaha-motor.com.br