Minha Primeira Viagem Longa de Moto.

Meu nome é Sidnei Rosa sou morador de Copacabana Rio de Janeiro, sou casado com Gisela Rosa e tenho dois filhos Gabriel de 14 e Jonathan de 17 anos, sou proprietário de uma moto Indian Scout 2015.

Há um tempo atraz fiquei sabendo do evento Passos Motorcycle MG, por intermédio das redes sociais, que iria acontecer em Passos MG entre os dias 17 e 19 de Agosto de 2018.

Conversei com a minha esposa e combinamos de fazer essa viagem de moto para participar do evento, pois neste período estaria de férias do trabalho.

A ideia era fazer a viagem em dois dias, pois a distancia entre o Rio e Passos é de 700 Km, depois a gente decidiu fazer a viagem em um único dia, mas saindo do Rio no dia 17 de Agosto.

O dia da viagem estava se aproximando e a minha preocupação era grande, pois seria a minha primeira viagem longa de moto para outro Estado e estava muito preocupado com o que poderia acontecer.

Nesse momento tive a ideia de entrar no site do evento e verificar se teria algum grupo saindo do Rio para também participar do evento, no site estava disponível o contato do Alemão que é um dos organizadores do evento, enviei uma msn por WhatsApp imaginado que nunca receberia resposta de volta, mas para minha surpresa o Alemão respondeu a minha msn na mesma hora, muito educado e solicito, ele disse pô irmão sei sim vou te passar contato de uma pessoa que vai sair do Rio e que poderá te ajudar, foi nesse momento que ele me passou contato do Geraldo Monteiro, enviei uma msn para o Geraldo tb por WhatsApp, e como não seria diferente também achei que não receberia resposta, mas novamente tive uma boa surpresa, pois o Geraldo prontamente respondeu a minha msn tb, e me falou que iria sair do Rio em direção a Passos no dia 16 de Agosto e que eu poderia me juntar ao seu grupo e seguir junto com eles, o ponto de encontro foi marcado no posto BR Belvedere na Dutra as 7:30hs da manhã.

Confesso que a ansiedade era grande nos dias anteriores a data marcada, organizamos as nossas coisas, minha mulher sempre acostumada a viajar de carro e normalmente para um fim de semana ela costumava levar a casa nas costas, teria que se virar para colocar as suas coisas em uma mochila e um alforje para passar quatro dias e assim foi feito, no dia anterior a viajem organizei todas as coisas nos alforjes da moto, pois no dia seguinte eu teria que acordar as 5:30hs da manhã para sair as 6:00 hs  e seguir para o ponto de encontro.

Chegamos ao posto BR por volta das 7:15hs da manhã e todos já estavam lá esperando, perguntei quem era o Geraldo, pois não conhecia o Geraldo pessoalmente, somente nos conhecemos por msg de WhatsApp, e então o pessoal me levou até o Geraldo, disse o meu nome e ele viu a minha moto e perguntou qual era autonomia da moto, eu disse que meu tanque cheio cabia 10 litros e que fazia 17km por litro, ele fez os cálculos e disse que a cada 170km faríamos uma parada para abastecer, reuniu todos para fazer briefing, disse qual era a rota a ser percorrida, a velocidade máxima, e que ele seria o líder e eu seria o quarto da fila de 7 motos no comboio.

Seguimos a viagem em direção a Passos, a rota escolhida foi rumo à cidade de Cruzeiro e depois seguiríamos pela estrada Real até chegar a Fernão Dias, depois pegaríamos a estrada rumo a cidades de Passos. Na estrada passamos por vários lugares interessantes, a primeira parada foi na subida da serra e paramos para tirar fotos em frente à Santa de Nossa Senhora de Aparecida, nesse momento pegamos uma densa neblina que tornou a paisagem deslumbrante e também perigosa, seguimos a viajem após andar os primeiros 170 km paramos em um posto de gasolina para fazer o reabastecimento, minha mulher agradeceu, pois o banco da minha moto para o carona não era muito confortável e ela estava sentindo muito desconforto. 

         

       Seguimos a viagem em direção a Passos e sempre parando a cada 170 km, conforme o combinado no briefing inicial. Até que aconteceu um imprevisto, após ter rodado quase 500 km em uma das paradas para reabastecer as motos, minha esposa virou pra mim e disse que não conseguiria chegar ao destino final da viagem, como ela não é de reclamar eu percebi que o negócio era sério, virei para o Geraldo e perguntei se haveria algum ônibus onde ela pudesse pegar para chegar a Passos, pois na minha moto com aquele banco ela não conseguiria chegar, a minha sorte foi que como éramos um grupo grande com sete motos, o Geraldo perguntou ao Gouvea se ele poderia levar a minha esposa em sua moto até chegar a Passos, na mesma hora o Gouvea o qual sou muito grato se prontificou em ajudar e levou a minha esposa ao destino final na garupa de sua moto, e assim conseguimos chegar a salvos em Passos.

Ao chegar à cidade após uma viagem de mais de 8 horas de estrada, partimos direto para o evento, e tivemos uma recepção calorosa, que eu nunca vi coisa igual, para mais um boa surpresa o Alemão a pessoa que eu fiz contato por WhatsApp estava no portão de entrada, nos abraçamos e nos conhecemos pessoalmente, uma pessoa incrível e com uma energia surreal, muito atencioso com todos e o qual eu tenho muito a agradecer.

Depois seguimos para hotel, bom o Geraldo me falou que eu poderia ver se havia disponibilidade de vaga no hotel onde ele iria ficar, pois a minha reserva havia sido feita em outro hotel a partir do dia 17, como eu antecipei o dia da viagem para o dia 16 eu tinha que conseguir vaga em algum lugar para esse dia, por sorte havia vaga no hotel do Geraldo e não só para o dia 16 como para os outros dias também, consegui cancelar a outra reserva que havia feito e ficar em um ótimo hotel na cidade de Passos, inclusive a banda e os vocalistas do Capital Inicial e Biquíni Cavadão também ficaram hospedados no mesmo hotel, a Gisela até conseguiu ver o Dinho vocalista da banda do Capital Inicial pessoalmente após o show no Lobby do Hotel, mas ficou com vergonha de pedir autografo. Bom depois de fazer uma viagem incrível e se instalar no hotel podemos aproveitar tudo que a cidade oferecia, boa gastronomia, o evento com vários palcos, globo da morte e outras atrações, uma energia boa, com varias famílias participando do evento. Na sexta feira o Geraldo nos levou para comer peixe maravilhoso as margens do Rio Grande próximo a Cidade de São Joao do Gloria     

A volta estava marcada para o domingo dia 19 as 09h00min da manhã e o ponto de encontro era em frente ao evento, por minha sorte e da minha esposa o Gouvea se ofereceu para leva-la de volta até o Rio.

A volta foi incrível também, amanheceu um dia lindo de sol e sem chuva, mas a volta foi feita somente por quatro motos, pois os outros rapazes foram embora mais cedo porque eles tinham compromisso.

Chegamos ao Rio no final do dia por volta das sete horas da noite, agradecidos por conhecer um grupo de pessoas show de bola e felizes por ter vivido momentos maravilhosos. 

Bom gostaria de agradecer ao Geraldo, Alemão, Gouvea, Alcemyr, Adyr, Sergio e a todo o grupo que participou comigo desta aventura para Passos. 

 

VISITEM O BLOG DO ESTRADEIROS DA SERRA

NO LINK ABAIXO

Alo
Pessoal vale a pena fazer uma visita neste blogspot. Muito legal mesmo. Estórias bem contadas com uma narração muito gostosa. Parabéns ao Antônio Carlos e Renata pelo blog.
Espírito aventureiro, paixão pelo motociclismo e desejo de estar em movimento, conhecendo pessoas, lugares e histórias são os temperos que nos unem.  Renata Carvalho, professora, ele, Antonio Carlos, Engenheiro Agrônomo. Juntos são os ESTRADEIROS DA SERRA, um casal que sempre que pode aventura - se pelas estradas de Minas, São Paulo e Rio de janeiro, de motocicleta, hoje uma Harley Davidson Fat Bob em busca de emoções, conhecimento e aventuras. Aqui eles compartilham viagens, com relatos detalhados, com fotos, videos e percepções. Boa viagem!

http://www.estradeirosdaserra.blogspot.com.br