KAWASAKI NINJA 400 COMEÇA A SER VENDIDA NO BRASIL

21/08/2018 00:08

Após três anos de concorrência da Yamaha R3, a Kawasaki substitui a Ninja 300 pela nova 400. A partir de R$ 23.990 (R$ 700 a mais que a R3) entrega um motor de 2 cilindros e 399cc que rende até 48 cv a 10.000 rpm e 3,9 kgf.m a 8.000 rpm. 

Mais que um motor ampliado, a Ninja 400 é um projeto completamente novo. O chassi em treliça vem da recente experiência da marca com modelos de alta cilindrada. É um dos responsáveis por reduzir o peso em 4 kg quando comparado ao da 300. A facilidade para mudança de direção na 400 é acentuada por entreeixos reduzido de 1.405 mm para 1.370 mm e ângulo de cáster de 24,7° no lugar de 27°. 

O conjunto também está mais rígido e estável, além de contar com um garfo de suspensão de 41 mm em vez dos 37 mm anteriores. As suspensões seguem apenas com as cinco regulagens na pré-carga do amortecedor. Nos freios, o disco dianteiro passa a 310 mm (antes 290 mm) e atua com novo cilindro-mestre. ABS é item de série.

 

Faróis são de LEDs e a carenagem está maior, para proteção mais eficiente do vento e uma aparência mais robusta. O painel é o mesmo da Ninja 650, com conta-giros analógico e display LCD de fundo preto que incorpora o indicador de marcha inexistente na 300. Uma tomada 12 volts também foi acrescentada ao lado do painel.

 

A posição de pilotagem tem guidão mais próximo e pedaleiras um pouco mais à frente. O acionamento da alavanca de embreagem está 20% mais leve e o sistema continua deslizante para evitar travamento da roda traseira nas reduções.

A Ninja 400 estará nas concessionárias em setembro nas cores verde ou preta por R$ 23.990 e Kawasaki Racing Team (verde com preto) por R$ 24.990. O preço da concorrente Yamaha R3 ABS é R$ 23.290.   

 

©Copyright Duas Rodas.